quarta-feira, 16 de novembro de 2016

A dieta completa

Como podemos ter uma dieta completa considerando as carências da nossa alimentação moderna?


Antes de dar a resposta a esta questão, precisamos esclarecer que o termo “dieta” não se refere exclusivamente a um cardápio com restrição de calorias de um programa qualquer para emagrecer.








Popularmente, o termo tem sido erroneamente associado com a prática de restringir a ingestão de alimentos por uma certa quantidade de dias para perder ou manter um determinado peso corporal. Nada mais errado.


Uma dieta é o conjunto de alimentos que são fornecidos ao organismo em um período de 24 horas, independentemente de haver coberto ou não as necessidades básicas de manutenção do mesmo.


A dieta completaEm definitiva, trata-se do total de nutrientes que são absorvidos a partir da ingestão habitual de alimentos.


Já uma dieta equilibrada é aquela composta de alimentos que fornecem uma quantidade adequada de todos e cada um dos nutrientes que precisamos para termos uma ótima saúde.


No geral, deve ser variada, colorida e contar principalmente com produtos frescos e sazonais.


Alimentos x Suplementos


Já faz certo tempo que existe uma relação controversa entre alimentos e suplementos.


Por um lado, os produtores de alimentos alegam que seus produtos fornecem todos os nutrientes necessários nas porções diárias dos grupos de alimentos básicos.


No entanto, conforme a ciência nutricional vai avançando, fica claro que a oferta de alimentos modernos, da maneira como os consumimos hoje, não nos proporciona uma dieta ideal.


As recomendações das dietas são feitas tentando fornecer uma abordagem integrada da nutrição através dos alimentos.


Por outro lado, os suplementos alimentares são, algumas vezes, recomendados sem levar em conta a natureza da dieta. Ou seja, em alguns casos se parte do pressuposto que eles oferecem benefícios com qualquer tipo de dieta.


Mas os dados de estudos científicos não corroboram com essa visão…


Muitos desequilíbrios nutricionais permanecem em silêncio por muitos anos e só se tornam evidentes quando seu papel nas doenças crônicas é descoberto.








A ingestão ideal de nutrientes, vitaminas, minerais e fitonutrientes antioxidantes só pode vir de uma combinação de dieta normal e suplementos.


Enquanto o conselho habitual é tentar obter, em primeiro lugar, seus nutrientes a partir dos alimentos, na prática isto significa simplesmente que você deve tentar ter uma dieta saudável.


Os desafios nutricionais da nossa alimentação


A capacidade da maioria dos consumidores para controlar sua ingestão de nutrientes importantes como vitaminas, minerais e fitonutrientes a partir dos alimentos é muito pequena.


Isto acontece por vários motivos e no geral se refere aos desafios da alimentação moderna.


Em primeiro lugar, é de público conhecimento que a produção atual de alimentos em massa tem reduzido as propriedades nutricionais dos mesmos.


Com relação aos alimentos ‘naturais’, a quantidade de defensivos agrícolas e agrotóxicos utilizados na sua produção está prejudicando a sua qualidade.


Além demais, devido à produção em grande escala, o solo está ficando cada vez mais empobrecido de nutrientes e não se lhe oferece o tempo necessário para a sua recuperação entre uma safra e a seguinte.


O monocultivo também pode ser considerado um dos grandes responsáveis por este empobrecimento do solo.


Isso sem falar de que, devido às grandes distâncias que estes alimentos devem enfrentar para chegar até o consumidor, a colheita deve ser efetuada muito antes do tempo.


Posteriormente são amadurecidos de forma artificial ou simplesmente são vendidos verdes ao consumidor final.


Isto significa que o seu poder nutricional se ve altamente prejudicado, já que não dispõem do tempo necessário para captar do solo os nutrientes que normalmente receberiam até amadurecerem no seu próprio pé.


Já no caso dos alimentos processados, a quantidade de quimicos utilizados na sua produção e o processo de refinamento a que muitos deles são submetidos, retirando os melhores nutrientes que contêm para apenas melhorar o sabor, os transforma práticamente em alimentos “vazios”, com um alto conteúdo de calorias e baixíssimo poder nutricional.


Como de ser uma dieta completa


Uma abordagem integrada para a nutrição irá inserí-lo nos conteúdos básicos de uma dieta completa levando em conta alimentos e suplementos.


Uma dieta para ser considerada completa deve incluir:


– proteína adequada de alta qualidade;


– gorduras e óleos saudáveis;


– carboidratos provenientes de frutas e legumes, que trazem fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes.


Os suplementos desempenham um papel importante, reforçando o que está faltando na dieta, pois proporcionam o aumento da quantidade de nutrientes com benefícios à saúde que seria impossível obter através dos alimentos atualmente disponíveis.


Além demais, ajudam a desenvolver um comportamento saudável, que reforça uma dieta equilibrada e uma vida ativa.


Uma abordagem integrada da nutrição não significa separar os alimentos para encontrar o ingrediente ativo. Significa sim reunir os muitos nutrientes diferentes que interagem em nossos corpos para proporcionar benefícios à nossa saúde.







Bem, isso foi tudo por hoje, esperamos que estas informações sobre a dieta completa lhe sejam de bastante utilidade.




A dieta completa

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

A importância dos sais minerais e as vitaminas

É fundamental conhecer a verdadeira importância dos sais minerais e as vitaminas.


Estes nutrientes desempenham um papel essencial no metabolismo e são necessários para o crescimento e bom funcionamento de todas as células do corpo humano.








Como não são produzidos pelo próprio organismo, devem estar presentes na nossa alimentação diária para evitar deficiências.


Os micronutrientes participam de forma decisiva em uma grande variedade de processos biológicos, de forma que a ação e função de cada um deles são específicas para a nossa saúde.


sais minerais e vitaminasApenas para citar alguns exemplos:


– o cálcio é vital para a saúde dos ossos;


– o ferro ajuda a prevenir anemia;


– as vitaminas A, C e E são poderosos antioxidantes que protegem as células contra a ação danosa dos radicais livres.


Conheça a importância dos sais minerais e as vitaminas


Uma pessoa para ser saudável deve aderir a uma alimentação variada e colorida.


Os últimos estudos comprovam que as vitaminas e os minerais dos alimentos são suficientes para fornecer todos esses micronutrientes que o nosso corpo necessita.


No entanto, isto só acontece quando os alimentos são de boa qualidade e se ingerem nas quantidades diárias recomendadas.


As principais fontes de vitaminas e minerais são as frutas, verduras, legumes, o leite e as carnes.


Isto significa que tomar um bom café-da-manhã, almoçar e jantar corretamente, além de fazer lanches saudáveis nos intervalos entre as principais refeições, normalmente seriam algumas maneiras inteligentes de consumir todos os micronutrientes necessários.


No entanto, devido à rotina agitada que vivemos, infelizmente muitas vezes não temos o tempo necessário ou a disponibilidade para mantermos uma alimentação saudável e equilibrada.








A suplementação de micronutrientes é recomendada?


É por tudo isso que muitos especialistas em nutrição recomendam o uso de suplementos de vitaminas e minerais em conjunto com a boa alimentação e a prática regular de atividade física.


Quando usados como recomendado nos rótulos, esses suplementos asseguram que o organismo irá receber as quantidades necessárias dos nutrientes para uma rotina cheia de saúde e disposição.


Outra boa notícia é que as vitaminas e os minerais podem colaborar com a boa saúde e bem estar tanto se são ingeridas como quando são aplicadas na pele.


Ou seja, a saúde e a beleza da pele também podem ser maximizadas adotando cuidados com a exposição ao sol, o uso de filtro solar e com a ação de cremes contendo vitaminas A, C e E.


Para finalizar, nunca é demais reforçar que, assim como a carência de vitaminas e minerais causa doenças, o seu excesso também pode oferecer certos riscos para a saúde.


Por esse motivo, o uso dos suplementos não deve ser abusivo e sempre devem ser seguidas as orientações dos fabricantes, que constam nos rótulos dos produtos.


Faça uso desses nutrientes sempre ao seu favor e obtenha uma boa saúde por dentro e por fora.







Esperamos que tenha gostado deste post sobre a importância que tem os sais minerais e vitaminas para a nossa saúde.




A importância dos sais minerais e as vitaminas

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Alimentos que dão energia e disposição

Você está cansado(a) e com vontade de ir para casa o mais rápido possível mas ainda faltam várias horas para terminar o seu dia de trabalho?


Esqueça as bebidas energéticas, pois normalmente são cheias de açúcar e cafeína. Depois que passa o seu rápido efeito, o cansaço e a indisposição podem voltar em dobro.








Em vez disso, invista em certos alimentos que dão energia e disposição para que possa enfrentar o seu dia da melhor forma possível.


Conheça os alimentos que dão energia e disposição


Alimentos que dão energia e disposiçãoVeja a continuação quais são estes alimentos que dão mais disposição e inclua-os na sua dieta diária.


Os cereais integrais, a carne de peru, o guaraná e o café merecem destaque entre os alimentos que garantem energia física e mental.


Os cereais integrais, grupo de alimentos composto por grãos como o arroz, o trigo, o milho, o centeio e a aveia, contêm carboidratos e fibras.


Esta dupla garante níveis estáveis de açúcar no sangue, evitando sintomas de fraqueza e picos de fome.


Quando consumidos nas porções adequadas, estes alimentos tendem a ser absorvidos pelo organismo de forma gradual, proporcionando energia e disposição durante muito mais tempo.


Por exemplo: pães (duas fatias), grãos (1/2 xícara), barra de cereal (uma unidade) e biscoitos (três unidades).


Além demais, quando o carboidrato está disponível no sangue de forma constante, ele mantém estável o neurotransmissor do bem estar: a serotonina.


Isso nos deixa mais felizes, pois colabora com o controle do estresse e da ansiedade e com a manutenção do bom humor.


Mas é preciso escolher bem o tipo de carboidrato que você vai ingerir.


Comer muito pão branco ou outros alimentos refinados em excesso pode gerar o efeito contrário: um estado de euforia que passará muito rápido.


Isto ocorre pela alta ingestão de açúcar de uma vez só, seguido por uma grande queda de energia devida ao grande esforço que o organismo deverá fazer para metabolizar toda essa glicose.








Entre as frutas que dão energia, podemos mencionar especialmente a banana, a manga e a pera, que são boas fontes de carboidratos.


Alimentos que dão mais disposição mental


Já os alimentos que estimulam a atividade cerebral trabalham por outros mecanismos.


Eles atuam no sistema nervoso central mantendo-o em estado de alerta.


A cafeína, composto químico presente no café, no guaraná e em alguns tipos de chá (como o chá verde), é um dos principais elementos para este estímulo.


No entanto, se for consumida em excesso, pode prejudicar o sono, então cuidado com o café à noite.


Os alimentos ricos em proteínas, ao serem digeridos liberam aminoácidos que também contribuem de forma diferente para dar energia ao corpo e deixá-lo em alerta.


A tirosina, um aminoácido presente no frango, peru, peixe, amêndoas e amendoim, deixa nosso organismo mais ativo e melhora o humor, entre outros benefícios.


Entretanto, o triptofano, um aminoácido proporcionado pelos peixes, peru, nozes, castanhas, aveia, linhaça e chocolate amargo, auxilia na produção de serotonina, um neurotransmissor que contribui para um bom sono, essencial para ter mais disposição no dia seguinte.


Para conseguir energia física e mental de maneira constante, invista em uma dieta saudável e em boas horas de sono e lazer.


Lembre-se que um corpo bem disposto não é reflexo somente do bem estar físico, mas também mental e espiritual.







Esperamos que estas informações sobre os alimentos que dão energia e disposição lhe sejam de bastante utilidade.




Alimentos que dão energia e disposição

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Os benefícios da babosa para a pele

Esta é uma das plantas mais populares da atualidade por ser um remédio natural muito eficaz para vários tipos de problemas.
Hoje compartilhamos com você alguns dos mais importantes benefícios da babosa para a pele.
A Aloe vera, uma poderosa aliada para os cuidados da pele, é uma planta proveniente da África e da Ásia.
Devido aos seus numerosos benefícios, está sendo amplamente utilizado pela industria cosmética como o principal ingrediente de produtos inovadores para a pele.
Na realidade, o tratamento com Aloe vera de diferentes problemas da pele, como o acné por exemplo, é altamente recomendável e eficaz.

Além disso, o gel de babosa também pode ser utilizado como hidratante. Desta maneira, é possível recuperar a frescura da pele que por ventura tenha sido perdida.
Os benefícios da babosa para a pele
A continuação, veremos os principais benefícios do Aloe vera para a nossa pele.
Leia mais: Os benefícios da babosa para a pele.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

O que é bom para dor nos rins

Se você acha que pode estar com problemas nos rins, descobrir quais são os sinais mais comuns das doenças renais será o primeiro passo para achar uma solução eficaz.Os rins são dois órgãos em forma de feijão, aproximadamente do tamanho de um punho, que estão localizados perto da linha média das costas, logo abaixo da caixa toráxica.Qual a função dos rinsEstes dois órgãos são os responsáveis pela filtragem do sistema sanguíneo.Dentro de cada um deles existe aproximadamente 1 milhão de estruturas minúsculas chamadas nefrónios ou néfrons, que são as encarregadas de cumprir esta função.Todos os dias, or rins purificam aproximadamente 200 litros de sangue, gerando cerca de 2 litros de urina, composta de resíduos e excesso de água, que flui através de tubos chamados ureteres para a bexiga, onde se armazena até ser eliminada.Os rins, juntamente com o restante do aparelho urinário, controlam e mantêm o equilíbrio da água no corpo, garantindo que os tecidos recebam a quantidade de líquido necessária.
Leia mais: O que é bom para dor nos rins.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Os benefícios do brócolis, um superalimento

Talvez você goste deste incrível alimento, mas, você sabe quais são realmente os benefícios do brócolis para a saúde?


Pesquisas científicas demonstraram uma ampla gama de propriedades terapêuticas associadas a este vegetal crucífero.








Quase tudo desta planta é aproveitado: suas folhas, flores e pedúnculos florais podem ser consumidos.


O brócolis é um alimento altamente nutritivo: é rico em minerais (cálcio, potássio, ferro, zinco, magnésio, cromo, cobre e fósforo), vitaminas (A, C, B1, B2, B6, K e folato), proteínas, fibras alimentares (5 g por xícara) e fitonutrientes.


os beneficios do brocolisOs benefícios do brócolis, um superalimento!


Este vegetal contém fitoquímicos, como o sulforafano, que têm a capacidade de eliminar as bactérias responsáveis pelas doenças pulmonares.


Desta maneira, previne ou até reduz as infecções que frequentemente afetam os pacientes ou fumantes.


O consumo diário de brócolis evita úlceras e gastrites, pois o sulforafano também elimina a Helicobacter pylori, bactéria responsável por alguns tipos de gastrite, úlcera e até câncer de estômago.


Por outro lado, seu consumo diário também evita doenças do coração.


Além demais, o brócolis tem um alto teor de fibras, o que favorece a digestão e colabora na redução do colesterol LDL (colesterol ruim).


Meia xícara de brócolis tem 50 g de fibra e apenas 50 Kcal.


E agora uma boa notícia para quem tem sensibilidade à lactose: o brócolis é uma ótima fonte de cálcio, magnésio e vitamina K, nutrientes essenciais para a boa saúde dos ossos.


O brócolis no combate ao câncer


Nos últimos 20 anos, a ciência tem pesquisado muito sobre as propriedades do brócolis no combate ao câncer.


Este vegetal é rico em bioflavonoides e outras substâncias que protegem contra vários tipos de tumores, como os de cólon, mama, colo do útero, pulmões, próstata, esôfago, laringe e bexiga.


Segundo os pesquisadores, as pessoas que consomem brócolis com regularidade têm menos chances de desenvolver estes tipos de câncer.








Em alguns estudos foi descoberto que os bioflavonoides e antioxidantes encontrados neste alimento protegem as células contra as mutações e os danos provocados pelas moléculas instáveis que levam à formação do câncer.


Acredita-se que a ajuda destes nutrientes no combate ao câncer aconteça de diferentes maneiras:


1- Aumentando e fortalecendo as enzimas que protegem as células e impedem a ação de hormônios estimuladores da evolução dos tumores, inibindo assim a propagação dos mesmos.


2- Eliminando as células anormais.


3- Ajudando o organismo a limitar a oxidação, o processo com o qual se iniciam muitas doenças crônicas a nível celular.


Como consumir o brócolis


Este superalimento pode ser consumido de várias maneiras: cru em saladas, cozido, grelhado, ou como ingrediente de receitas, como suflês, sopas, tortas, bolos e refogados.


Mas, cuidado: quando cozido em excesso, o brócolis perde grande parte dos seus nutrientes


Por isso, o ideal é cozinhá-lo ao vapor (experimente com um pouco de limão e um toque de queijo ralado) ou numa panela tampada contendo pouca água e durante pouco tempo.


Dessa maneira, manterá todas as suas propriedades benéficas à saúde.


Com caldo de galinha em cubos e alho fica uma delícia!


Adicione brócolis aos pratos de massas juntamente com alguns outros vegetais e você verá como ficam mais apetitosos.


Esperamos que tenha gostado destas informações sobre os benefícios do brócolis.


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar








Salvar




Os benefícios do brócolis, um superalimento

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Quais os benefícios da aveia, um alimento funcional

Os benefícios da aveia para a saúde são múltiplas, tornando-a um alimento funcional ideal para todas as idades e perfeito para quem procura uma sensação de bem-estar.


Pode ser considerado como um dos cereais mais completos que podemos ingerir nas nossas refeições, tanto seja no café da manhã, almoço, café da tarde ou janta.








A aveia é um cereal muito nutritivo: na sua composição podemos encontrar proteínas, minerais, vitaminas, carboidratos complexos e fibras insolúveis, essenciais para a manutenção da nossa saúde.


quais os benefícios da aveiaSaiba agora quais os benefícios da aveia


As fibras insolúveis que a aveia contém não se dissolvem na água nem na mastigação, servindo como um quelante das substâncias tóxicas.


Isto significa que ela se junta a estas toxinas, transportando-as para fora do organismo.


Desta maneira, auxilia no bom funcionamento intestinal e diminui a absorção do colesterol LDL (colesterol ruim), tendo efeito de proteção para o coração.


Além desses benefícios, as fibras insolúveis reduzem o risco de desenvolvimento de câncer de intestino.


Por outro lado, retardam o esvaziamento gástrico, tendo como resultado uma maior saciedade.


Quando entram em contato com a água, formam géis que tornam o bolo fecal maior e mais viscoso, evitando a prisão de ventre.


Além demais, esta característica das fibras faz com que ocorra uma menor absorção de algumas substâncias presentes no bolo fecal, como a glicose e o colesterol, devido a uma menor ação das enzimas digestivas.


Com a ingestão da aveia e outras fontes de fibras insolúveis, como o farelo de trigo, grãos integrais, nozes e cascas de fruta, a absorção das gorduras e a glicose presente nos alimentos se torna mais lenta, permitindo assim o controle dos triglicérides e a diabetes.


Uma dica para os pacientes diabéticos que querem ingerir um alimento com índice glicêmico alto, como a banana, por exemplo, é acrescentar uma colher de aveia para que sua absorção seja mais lenta na corrente sanguínea.


A aveia é um dos cereais com maior conteúdo de proteínas, nutrientes essenciais para a produção e desenvolvimento de novos tecidos no organismo.


Também é uma ótima fonte de gorduras insaturadas ômega 6, o que colabora para a redução do colesterol LDL.








Por outro lado, contém um alto nível de vitaminas e minerais, de modo que é essencial para uma alimentação saudável, tanto nos adultos quanto nas crianças.


Entre as vitaminas que contém, podemos mencionar algumas do complexo B, como a B5 e B6, além da vitamina E.


Seus principais minerais são: cálcio, manganeso, selenio, cobre, ferro, zinco e iodo.


A aveia também contém carboidratos complexos, que são aqueles de absorção mais lenta e que nos proporcionam a energia necessária durante muito mais tempo que os carboidratos simples.


Além de todos estes benefícios, devemos lembrar que os cereais também são essenciais para o crescimento das crianças, devendo estar presentes em boas quantidades nas refeições.


A recomendação de fibras na dieta varia entre 20 e 30 g por dia, sendo que esta quantidade pode ser adquirida através de uma alimentação rica em aveia e outros cereais integrais, além de frutas, legumes e leguminosas.


Caso seja possível, é importante o acompanhamento de um profissional especializado para personalizar a dieta de acordo com as necessidades individuais de cada pessoa.


Esperamos que tenha gostado deste artigo sobre quais os benefícios da aveia.


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar








Salvar




Quais os benefícios da aveia, um alimento funcional