segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

O que é bom para tirar estrias?

As estrias são marcas antiestéticas que surgem na pele de diferentes regiões do corpo (pernas, glúteos, seios e abdômen), como resultado do seu alongamento brusco e o consequente rompimento de fibras, provocados fundamentalmente por mudanças repentinas de peso e/ou gravidez.
No início, estas marcas costumam ter a cor rosa ou violeta, mas com o tempo vão ficando esbranquiçadas e com o aspecto de cicatrizes, sendo mais bem difíceis de eliminar.
Hoje em dia, existem muitos produtos e cremes que podem dar resultados excelentes para eliminar as estrias, mas que, ao mesmo tempo, são excessivamente caros para a grande maioria das pessoas.
Felizmente, tem tratamentos caseiros que são uma boa alternativa e que proporcionam ótimos resultados se usados corretamente.
O que é bom para tirar estrias em casa
Os seguintes remédios caseiros devem ser utilizados diariamente e a longo prazo, não somente para reduzir as estrias, mas também para prevenir sua formação.
1- Creme com manteiga de cacau
Provavelmente a manteiga de cacau seja um dos remédios caseiros mais populares para remover as estrias.
É uma gordura vegetal com propriedades hidratantes que ajuda a proteger a elasticidade da pele, ajudando a reparar as regiões danificadas.
Contudo, quando combinada com outros elementos, suas propriedades podem ser potencializadas.
É o caso da receita que lhe proporcionamos a continuação:
Leia mais: O que é bom para tirar estrias?.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

O que é bom para dor nas pernas

Quem é que já não sofreu alguma vez na vida de dores nas pernas?
O que poucas pessoas sabem é que este tipo de dor pode ter as mais diversas origens, que vão desde um simples cansaço muscular, até problemas circulatórios, ósseos, articulares, dos nervos ou inclusive doenças como a fibromialgia.
Quando a origem é o cansaço muscular ou algum problema circulatório, têm soluções caseiras que podem ajudar. Veja nossas dicas a continuação.
O que é bom para dor nas pernas de origem muscular
Esta é uma das causas mais frequentes das dores nas pernas.
Normalmente ocorre por alguma contusão, estiramento ou contratura dos músculos da coxa ou a panturrilha, devido a exercícios físicos exagerados e sem aquecimento, ou por algum trauma, como batidas, quedas, etc.
É fácil de distinguir, porque é uma dor contínua, que piora quando apertamos a região ou movimentamos a perna.
Leia mais: O que é bom para dor nas pernas.

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

O que é bom para enxaqueca?

A enxaqueca é um tipo de cefaleia (dor de cabeça) caracterizado por dor pulsátil em um ou ambos os lados da cabeça e que geralmente vem acompanhada de fotofobia (aversão à luz), fonofobia (aversão ao som), náuseas e vômitos.
As crises podem variar de 4 a 72 horas e suas causas podem ser as mais diversas: desde a contração muscular da cabeça e do pescoço, até problemas emocionais, alterações hormonais, o jejum prolongado, a pílula anticoncepcional, alguns alimentos, a exaustão e inclusive alguns odores.
Com frequência, o aviso de que vai começar uma crise vem com flashes visuais (pequenos pontos de luz), antes de começar a dor de cabeça e os outros sintomas, por tanto, é o melhor momento de pará-la. Quanto mais você deixar passar, mais fortes serão as dores e mais difícil será aliviá-las.
Saiba agora o que é bom para enxaqueca
A continuação, lhe apresentamos oito remédios caseiros que podem lhe ajudar a evitar ou aliviar uma crise de enxaqueca.
- Gengibre
O gengibre pode ser útil para aliviar a dor de cabeça e as náuseas.
Coloque 1/3 de uma colher (chá) de gengibre em pó em um copo de água e misture bem.
Tome quando estiverem começando os flashes visuais, sinal de que a crise de enxaqueca vai começar.
Leia mais: O que é bom para enxaqueca?.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Qual o melhor remédio para dor de dente

Todo mundo sabe como pode ser desesperadora esta dor e daríamos qualquer coisa para saber qual o melhor remédio para dor de dente.
Porém, é fundamental que você identifique a causa, pois a dor pode estar sendo causada por uma cárie, um dente quebrado ou até o nascimento do dente do siso, e para isso deverá ir ao dentista.
No entanto, enquanto espera para consultar, tem varias coisas que você pode fazer para, pelo menos, amenizar sua dor e evitar complicações.
Qual o melhor remédio para dor de dente
Veja a continuação nossas dicas:
- Cubos de gelo
O gelo pode ajudá-lo a diminuir o inchaço e a reduzir a dor.
Coloque uns cubos de gelo num pano ou numa bolsa e ponha-o sobre a bochecha em intervalos de 15 minutos, três ou quatro vezes ao dia.
- Cravo-da-india
O cravo é antisséptico e impede uma possível infecção.
Masque um cravo o tempo que você puder durante o dia.
Leia mais: Qual o melhor remédio para dor de dente.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Os efeitos do álcool no organismo

O álcool presente nas bebidas alcoólicas é o etanol. Mas, você sabe realmente quais são os efeitos do álcool no organismo?


Assim que você ingere o primeiro gole, uma pequena parte das moléculas de etanol já começa a entrar na sua corrente sanguínea pela mucosa da boca.


Os efeitos do álcool no organismoPelo esôfago, a bebida chega ao seu estômago e, até deixar esse órgão, somente 25% do etanol entrou no sangue. Os outros 75% só entrarão na corrente sanguínea quando a bebida chegar ao seu intestino delgado, órgão cheio de vasos e membranas permeáveis.


Para que todas as moléculas de etanol entrem na circulação e se espalhem pelo seu corpo, são necessários de 15 a 60 minutos. Esse tempo vai depender de alguns fatores como a presença de comida no estômago e a velocidade com que você bebeu, por exemplo.


Depois de chegarem no seu sangue, as moléculas de etanol são transportadas para todos os tecidos que têm células com alta concentração de água, órgãos como seu cérebro, fígado, coração e rins.


Dentro do seu fígado, 90% das moléculas de etanol são metabolizadas (quebradas em partes menores para facilitar sua eliminação). Este órgão processa por hora o equivalente a uma lata de cerveja. Acima dessa quantidade, o etanol passa a intoxicar gradativamente seu organismo.


Quais os efeitos do álcool no organismo?


- Cérebro



Quando o etanol carregado pelo sangue chega ao seu cérebro, ele estimula os neurônios a liberar uma quantidade extra de serotonina.


Esse neurotransmissor serve para regular o prazer, o humor e a ansiedade. Por isso, um dos primeiros efeitos do álcool é lhe deixar desinibido(a) e eufórico(a).


No entanto, se você continuar bebendo, outros dois neurotransmissores são afetados.


O etanol inibe a liberação do glutamato, que por sua vez regula o GABA, substância que faz os neurônios trabalhar menos. Sem o controle do glutamato, mais GABA é liberado no cérebro, fazendo você perder a coordenação e o autocontrole.


- Estômago


O etanol irrita a mucosa do seu estômago, dificultando a digestão e aumentando a produção de ácido gástrico. Isso gera aquela típica sensação de enjoo e mal-estar.


O vômito funciona como um mecanismo de autodefesa, comandado pelo cérebro, contra a ação agressiva do álcool no estômago. Após vomitar, você sente uma sensação de alívio porque termina a irritação da mucosa pelas moléculas do etanol.


- Rins


Quando você bebe, sente mais vontade de urinar, mas isso não acontece somente por causa da quantidade de líquido ingerido. O etanol age na hipófise (glândula do cérebro), inibindo a produção de um hormônio que controla a absorção de água pelos rins. Com menos líquido absorvido, mais urina é eliminada.


- Coração


Um efeito colateral deste excesso de urina explicado anteriormente, acaba atingindo seu coração, pois, junto com ela, são eliminados minerais importantes como magnésio e potássio que ajudam a manter o batimento cardíaco. Por isso, durante e após uma bebedeira, o ritmo do seu coração pode apresentar alterações prejudiciais.


- Fígado


O álcool é um dos principais causadores de cirrose hepática, podendo destruir seu fígado lentamente. O mais preocupante, porém, é que a maioria dos portadores desconhece sua condição, uma vez que a doença, em geral, evolui silenciosamente.


Esperamos que tenha achado úteis estas informações sobre os efeitos do álcool no organismo.


Leia também: Como deixar o cigarro.


Recomendamos que conheça uma bebida desintoxicante com chá verde.







Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Sucos para a saúde

Tem alimentos com propriedades nutricionais capazes de ajudar no bom funcionamento do nosso organismo. São chamados de alimentos funcionais e, uma ótima maneira de consumi-los, é preparando sucos com a combinação de vários deles. Hoje lhe apresentamos a receita de quatro sucos para a saúde -sucos funcionais- que você vai adorar!


Combinar frutas, legumes e verduras em forma de sucos é uma excelente maneira de repor nutrientes.


A couve, por exemplo, é fonte de fibras, produz relaxamento muscular e tem cálcio, importante para a formação dos ossos. É interessante, por exemplo, utilizar, o agrião, a beterraba, a cenoura e incorporar esses legumes e verduras nos sucos do dia a dia.


sucos para a saude


Você pode fazer cubos de legumes e verduras para facilitar na hora de misturar. Bata a couve no liquidificador com um pouco de água e coloque para gelar em pequenas porções.


4 receitas de sucos para a saúde


1 – Suco energético


Para fazer este suco use meia manga grande. A fruta é rica em vitamina A, um potente antioxidante que ajuda a neutralizar os radicais livres, que favorecem o envelhecimento.


Acrescente quatro cubos de couve e duas colheres de linhaça. Ela é rica em fibras, que ajudam no funcionamento do intestino e também é riquíssimo em ômega 3, um nutriente fundamental para a saúde do cérebro.


Para completar, acrescente açúcar mascavo, rico em vitamina E e minerais, e que ajuda a completar o valor energético do suco.


Bata tudo com um copo de água mineral.


2 – Suco refrescante anti-inflamatório


Este suco também leva cubos de couve e uma lasquinha de gengibre.


O gengibre tem um aspecto anti-inflamatório na prevenção de várias doenças, entre elas o câncer. O gengibre é muito saboroso e refresca.


Por último um copo de suco de laranja para garantir a quantidade ideal de vitamina C do dia.


Para adoçar, uma colher de sopa de mel.


3 – Suco para fixar o bronzeado e proteger a pele


Use uma fatia de melancia, rica em licopeno, que atua como um protetor da pele para os raios ultravioleta, que aumentam a produção de radicais livres na nossa pele.


Acrescente uma cenoura, rica em betacaroteno, que acelera a produção de melanina responsável pela pigmentação da pele.


Utilize a castanha-do-pará ou a castanha do Brasil, por causa do selênio, que é importante como antioxidante dos raios solares nos nossos olhos, um importante nutriente para proteger a retina.


Para finalizar, suco de laranja.


Se as frutas estiverem bem maduras nem é preciso adoçar.


4 – Suco digestivo


Três pedaços médios de abacaxi, que contém bromelina, substância que acelera a digestão.


Acrescente três folhas de hortelã, o suco de meio limão, que tem vitamina C, antioxidante que ajuda no funcionamento do fígado, e uma colher de sopa de mel.


Pode bater com um copo de água mineral, água de coco ou até o suco de outra fruta.


Esperamos que tenha gostado destas receitas de sucos para a saúde. Experimente-as!


Recomendamos que veja: um shake com nutrição equilibrada.







Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Extrato de chá verde com cafeína inibe apetite

Pesquisas demonstram que as catequinas presentes no extrato do chá verde aceleram o metabolismo e estimulam o sistema nervoso simpático de forma similar a um inibidor de apetite, mas de maneira segura.


Quando combinadas com cafeína, as catequinas do chá verde queimam mais calorias e diminuem a vontade de comer.


extrato de cha verdePor outro lado, o extrato de chá verde com cafeína ajuda a evitar o efeito sanfona para quem já perdeu peso.


Veja o vídeo sobre o extrato de chá verde com cafeína


Raina Morgan, de iHealthTube.com, entrevistou Bill Gottlieb, co-autor do livro “A Farmácia Natural da Perda de Peso“, onde ele dá valiosas informações sobre como o extrato de chá verde em conjunto com a cafeína agem na redução da fome e na queima de calorias.


Veja o vídeo abaixo clicando no botão Play.


Tenha paciência, pois, dependendo da sua conexão, pode demorar um pouco a carregar.


Se o vídeo não carregar, você também pode vê-lo diretamente no Youtube, clicando aqui (abrirá uma nova aba no seu navegador).



Esperamos que goste da reportagem e que possa tirar bastante proveito das informações nela contidas.


Recomendamos que veja também: uma bebida a base de extrato de chá verde com cafeína.







Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Como ter um envelhecimento saudável

O médico ginecologista e obstetra Moysés Paciornik completou 93 anos e, ao contrário de muitos que chegam a esta idade, tem muita disposição para viver, saúde que faz inveja aos mais novos e muita vontade de trabalhar.
Ele continua batendo o cartão na Rua José Loureiro, no mesmo consultório onde começou a atender as pacientes.

Médico de 93 anos dá dicas de como ter um envelhecimento saudável

Deixou de fazer partos e cirurgias aos 90 anos, mas ainda se dedica à clínica. No currículo, já ajudou mais de 60 mil crianças a nascer.
envelhecimento saudávelFicou famoso em Curitiba e no mundo inteiro porque aprendeu a envelhecer sem ficar velho.
Com esse tema publicou, em 2000, um livro que trata do envelhecimento e da geriatria. É membro da Academia Paranaense de Letras e da Academia Brasileira de Médicos Escritores.
Em entrevista à Gazeta do Povo, Paciornik conta alguns dos segredos para quem quer chegar aos 100 anos de idade. Com a palavra, o "Dr. Cócoras". Quem desconhece o motivo desse apelido simpático, já vai entender o porquê.

Leia mais: http://www.vivaplenamente.net/como-envelhecer-sem-ficar-velho/

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Como cuidar de uma queimadura de sol

Muita gente aproveita os dias bons para passar alguns dias na praia. No ritmo de férias, entretanto, a maioria dos veranistas esquece os cuidados fundamentais com a pele e acaba sofrendo queimaduras solares, em alguns casos bastante graves.


A falta de proteção, o uso inadequado do filtro solar ou a exposição aos raios solares nos horários de maior intensidade têm um mesmo resultado: pele vermelha, ardência e inchaço.


As queimaduras solares podem variar em intensidade, mas exigem o mesmo cuidado: muita hidratação.



queimadura de solComo tratar uma queimadura de sol corretamente


Além de hidratar a área queimada com abundância – vale até usar pomada de assadura de bebê -, é importante ingerir muito líquido.


Se o paciente estiver com muita dor, pode tomar analgésico, anti-inflamatório ou usar uma pomada com corticoide.


O ideal é que todas essas opções sejam sempre indicadas por um médico, pois têm efeitos colaterais.


Para diminuir a vermelhidão e ardência, devem ser usados cremes com babosa, corticoides tópicos – em gel, loção ou creme – e compressas frias, que podem ser feitas com camomila.


As compressas e também os hidratantes – de preferência em loção, por serem mais fáceis de espalhar – ajudam a aliviar aquela sensação de calor na pele. Outra opção são os banhos frios e mornos, se possível, de imersão com aveia na água.


Se a pele começar a descascar, a principal orientação é não puxar a pele, nem acelerar a descamação, pois pode prejudicar as camadas novas que estão surgindo.


Dependendo da área atingida e da intensidade da queimadura, a pele deve se recuperar em uma semana, em média. O paciente deve hidratar muito e ter paciência.


Como qualquer inflamação, a exposição ao sol com a pele queimada ou descascada pode resultar em manchas, portanto, se for possível, isso deve ser evitado.


Mesmo que seja por pouco tempo ou nos horários seguros, o paciente deve proteger muito bem a pele, usando um filtro solar adequado em bastante quantidade.


Quanto mais queimaduras a pessoa tiver ao longo da vida, mais chances há de que possa desenvolver um câncer de pele.


Fonte principal: vidaequilibrio.com.br


Esperamos que tenha gostado desta entrada sobre como cuidar de uma queimadura de sol.


Recomendados que veja também: bebida com chá verde e ervas aromáticas para uma boa hidratação.








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Hipertensão vai se tornar epidemia até 2025

A hipertensão, atualmente a principal causa de derrames e ataques do coração, que causam 30% das mortes no mundo, deve se tornar um problema muito maior até 2025, de acordo com pesquisadores.


Vários estudos preveem que a proporção de adultos com pressão alta vai subir de uma em cada quatro pessoas para uma em cada três.


Pesquisadores afirmam que hipertensão vai se tornar epidemia


A pesquisa foi publicada pelo jornal semanal médico britânico The Lancet e é uma coletânea de 30 estudos realizados durante 13 anos, organizada por Jaing He, da escola de medicina da Universidade de Tulane, em Los Angeles.


hipertensãoOs pesquisadores observaram este grave problema na população de dezenas de países.


No ano 2000, de acordo com os pesquisadores, o número total de adultos com pressão alta era de 972 milhões, 333 milhões deles nos países ricos e 639 nas nações em desenvolvimento.


Em 2025, este número deve subir 60% para 1,56 bilhão, com grande parte deste aumento por conta dos países pobres, onde a hipertensão vai crescer 80%.


Os autores reforçam ainda que este cálculo pode estar subestimado, por não levar em conta a rápida mudança de estilo de vida nas nações em crescimento.


A explicação para esta diferença é que os países ricos investem muito em campanhas de conscientização, incentivando os cidadãos a praticarem exercícios e se alimentarem de forma saudável, enquanto os esforços de prevenção nas nações pobres são poucos, devido ao pequeno orçamento que lhe é dedicado.


O forte aumento da hipertensão estará associado ao crescimento do tabagismo, especialmente nos países asiáticos, às comidas gordurosas que influenciam o colesterol, ao sedentarismo e ao excesso de sal na alimentação.


Fonte principal: AFP Paris


Esperamos que tenha achado útil este artigo que alerta sobre os riscos da hipertensão se tornar uma epidemia.


Recomendamos que veja também: um complexo nutricional à base de Ômega 3 e vitamina E .








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



quinta-feira, 30 de outubro de 2014

A importância dos sais minerais e as vitaminas

É fundamental conhecer a verdadeira importância dos sais minerais e as vitaminas, pois eles desempenham um papel essencial no metabolismo e são necessários para o crescimento e bom funcionamento de todas as células do corpo humano.


Cada tipo de vitamina e sal mineral possui funções específicas sobre a boa saúde e, como eles não são produzidos pelo próprio organismo, devem estar presentes na alimentação diária para evitar deficiências.


a importancia dos sais minerais e as vitaminasApenas para citar alguns exemplos: o cálcio é vital para saúde dos ossos, o ferro ajuda a prevenir anemia e as vitaminas A, C e E são poderosos antioxidantes que protegem as células contra a ação danosa dos radicais livres.


A importância dos sais minerais e as vitaminas


Uma pessoa para ser saudável deve aderir a uma alimentação variada e colorida, porque os estudos mais modernos comprovam que as vitaminas e os minerais dos alimentos, quando de boa qualidade e ingeridos nas quantidades recomendadas, são suficientes para fornecer todos esses micronutrientes que nosso corpo necessita.


As principais fontes de vitaminas e minerais são as frutas, verduras, legumes, leite e carnes. Tomar um bom café-da-manhã, almoçar e jantar corretamente, e fazer lanches saudáveis nos intervalos das principais refeições, são algumas maneiras inteligentes de consumir todos esses micronutrientes.


Infelizmente devido à rotina agitada que vivemos, muitas vezes não temos tempo ou disponibilidade para uma alimentação saudável e equilibrada. É por tudo isso que muitos especialistas em nutrição recomendam o uso de suplementos de vitaminas e minerais em conjunto com a boa alimentação e a prática regular de atividade física.


Quando usados como recomendado nos rótulos, esses suplementos asseguram que o organismo irá receber as quantidades necessárias desses nutrientes para uma rotina cheia de saúde e disposição.


Outra boa notícia é que as vitaminas e os minerais podem colaborar com a boa saúde e bem-estar tanto ingeridas como aplicadas na pele. A saúde e a beleza da pele podem ser maximizadas também adotando cuidados com a exposição ao sol, uso de filtro solar e com a ação de cremes contendo vitaminas A, C e E – além do chá verde.


Finalmente, nunca é demais reforçar que assim como a carência de vitaminas e minerais causam doenças, o seu excesso também oferece riscos para a saúde. Faça uso desses nutrientes sempre a seu favor e obtenha uma boa saúde por dentro e por fora.


Fonte principal: nutricao.herbalife.com.br | Por: Dr Nataniel Viuniski, Médico Nutrólogo


Esperamos que tenha gostado deste post sobre a importância dos sais minerais e as vitaminas.


Recomendamos que veja também: um suplemento com 23 micronutrientes.








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



quarta-feira, 29 de outubro de 2014

A importância do formato do corpo

Qual é a sua aparência? Você pode pensar que sabe quando se olha no espelho, ou pode estar muito ocupado(a) tentando esconder áreas fora de forma para realmente ver você mesmo do jeito que você é. Mas, você sabe qual o formato do corpo que você tem e a importância que isto tem para você poder entrar em forma?


Quanta gordura você está carregando, comparada com a quantidade de músculos?


formato do corpoOnde você tem tendência a ganhar peso – na parte superior do corpo, na parte inferior ou na parte central?


Até que saiba as respostas para estas perguntas, você não está pronto para fazer seu plano pessoal para perder peso e não recuperá-lo. Entender seu corpo é o primeiro passo para alcançar sua melhor forma física.


A importância do formato do corpo


“Na qualidade de alguém que leciona sobre obesidade, tanto para médicos quanto ao público leigo, eu acredito que a perda de peso tem sido super enfatizada e a forma física sub-enfatizada” – diz o Dr. David Heber, PhD.


Você, provavelmente, já leu sobre o Índice de Massa Corporal (IMC), que é uma medida proporcional entre peso e altura. Se seu IMC for maior que 25, você é considerado com sobrepeso e se for maior que 30, você está obeso. Esta proporção tem sido uma maneira poderosa para os cientistas documentarem a obesidade epidêmica e seus efeitos na saúde e na doença.


Entretanto, considerando você como indivíduo, ela pode ser enganosa. Um jogador de futebol americano pode ser considerado com sobrepeso na escala de IMC, mas se o peso extra carregado for músculo, ele não é realmente gordo. Uma mulher magra pode ter um IMC normal, porém ter sobrepeso por ter excesso de gordura corporal.


Assim, a aparência é importante.


As formas físicas são pessoais e vão além das aparências normais de “maçã” e “pêra”.


As mulheres podem ter três formas corporais típicas – gordura corporal superior, gordura corporal inferior ou ambas.
Os homens, geralmente, têm somente gordura corporal superior.


A parte superior do corpo armazena gordura em tempos de estresse e algumas pessoas podem perder e ganhar peso rapidamente na parte superior do corpo.


A gordura corporal inferior nas mulheres responde pelos hormônios femininos tais como estrogênio e progesterona e armazena gordura para amamentação de bebê recém-nascido.


As mulheres que têm ambas as gorduras corporais – superior e inferior perderão a gordura superior do corpo primeiro. As mulheres com mais gordura corporal superior tendem a ter mais músculo do que as mulheres com gordura corporal inferior e necessitarão mais proteína.


Emagrecer é mais difícil se você tem gordura corporal inferior em maior quantidade que a superior, mas os benefícios médicos de perder sua gordura corporal superior são muito maiores. A perda de peso em volta do pescoço, rosto, peito e cintura, geralmente, acompanha a perda de gordura no interior do corpo também. Assim, à medida que você adquire melhor aparência, também estará melhorando sua saúde de forma significativa.


Finalmente, há mais duas formas corporais para se considerar.


A forma que você pode mudar e a forma que você não pode mudar. É importante saber a diferença e trabalhar na forma que você pode mudar, enquanto que ajusta seu guarda-roupa e atitudes em função da forma que não pode mudar.


Devido ao metabolismo baixo, muitas mulheres com gordura corporal na parte inferior não podem emagrecer simplesmente cortando calorias. Estas células de gordura corporal na parte inferior são resistentes tanto a exercício quanto a dieta.


Somente um programa personalizado orientado por um profissional médico ou nutricionista pode ajudar a garantir que você tenha proteína suficiente para controlar os surtos de fome e construir ou manter massa magra.


Fonte principal: nutricao.herbalife.com.br – Por Dr.David Heber PhD


Esperamos que tenha gostado deste artigo sobre a importância do formato do corpo.


Recomendamos que veja também: programas de emagrecimento.








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



terça-feira, 28 de outubro de 2014

Quais os benefícios do hibisco

Conhecido popularmente como hibisco, hibiscus ou cardadé, é um arbusto com cerca de 2 m de altura, bastante ramificado na base, talos arroxeados e robustos e flores grandes. Mas você sabe quais os benefícios do hibisco?


O chá de hibisco é preparado com o cálice do botão seco da flor chamada Hibiscus Sabdariffa, que é uma espécie diferente da normalmente encontrada nos jardins.


Entre seus componentes ativos tem: mucilagem, antocianinas (hibiscina, cianidina, delfinina), pigmentos flavônicos, ácido tartárico, málico cítrico e hibístico, fitosteróis (sitosterol, campestrol, ergosterol, estigmasterol).


quais os benefícios do hibiscoQuais os benefícios do hibisco?


Este chá possui propriedades medicinais: alguns estudos sugerem que ajuda a normalizar a pressão arterial, reduzir a produção do colesterol, é laxante e funciona também como um excelente diurético.


O chá de hibisco é muito utilizado na medicina popular, por ser afrodisíaco e principalmente porque auxilia nas dietas de emagrecimento. O chá de Hibisco promove o aceleramento do metabolismo, auxiliando na queima de gordura corporal.


Além disso, a bebida é muito rica em flavonóides, uma poderosa substância antioxidante, que combate os radicais livres, protegendo o coração de doenças e a pele do envelhecimento.


A mucilagem o faz demulcente e útil em constipações e irritações de vias respiratórias.
Os flavonóides lhe dão propriedade espasmolítica (intestinal), colerética, hipotensora e diurética.


Também reduz a taxa de lipídeos totais no sangue.
As antocianinas tem efeito vasodilatador.


Resumidamente, estes são os benefícios e propriedades principais do Hibisco:


- Age como antioxidante;


- Reduz as taxas de lipídeos e glicose no sangue;


- Ajuda a normalizar a pressão arterial e é diurético;


- Ajuda nas constipações intestinais;


- Retarda o envelhecimento da pele;


- Diminui a formação de colesterol;


- Ajuda a emagrecer.


Como você acabou de ver, é uma planta com ótimas propriedades não tão divulgadas e conhecidas.


Esperamos que tenha gostado deste post sobre quais os benefícios do hibisco.


Recomendamos que veja também: bebida com chá verde, hibisco e outras ervas aromáticas.








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Suco para emagrecer de melancia com abacaxi e gengibre

Nesta série de artigos, lhe ensinamos as receitas dos melhores sucos para emagrecimento. Hoje é a vez do suco para emagrecer de melancia com abacaxi e gengibre.


Este suco ajuda muito a emagrecer por causa das propriedades dos seus ingredientes. A melancia tem pouquíssimas calorias, é diurética e dá saciedade.


O abacaxi é anti-inflamatório, diurético e ajuda na digestão. Já o gengibre, entre outras coisas, melhora a digestão e reduz a prisão de ventre.


suco para emagrecer de melanciaVeja a seguir algumas propriedades e benefícios destes três alimentos:


Alguns benefícios da melancia



  • É diurética.

  • Dá saciedade quando consumida antes das refeições.

  • É antioxidante.

  • Pode reduzir a vontade de comer doces.

  • Pode melhorar a hipertensão.


Alguns benefícios do abacaxi



  • É anti-inflamatório.

  • É diurético.

  • Colabora no processo digestivo.

  • Reduz o colesterol ruim (LDL).

  • Melhora a prisão de ventre.

  • Combate a hipertensão.


Alguns benefícios do gengibre



  • Melhora a digestão.

  • Reduz a prisão de ventre.

  • Ajuda a reduzir o colesterol e triglicerídeos.

  • É anti-inflamatório.

  • Fortalece o sistema imunológico.

  • É antioxidante.


Veja agora a receita Nº 9: suco para emagrecer de melancia com abacaxi e gengibre



A seguir, lhe ensinamos a receita e o modo de preparo deste suco para emagrecimento, extremamente eficaz e muito gostoso.


Ingredientes



  • 1 fatia média de melancia

  • 1 fatia média de abacaxi

  • 1 rodela de gengibre fresco

  • Gelo a gosto


Modo de preparo


Bata todos os ingredientes no liquidificador.


Tome este suco sem coar nos intervalos entre as principais refeições.


Não guarde o suco de um dia para o outro.


Advertência: é melhor não consumir a melancia logo após as refeições, pois pode ser indigesta, já que contém muito líquido, o que dilui o suco gástrico e retarda a digestão.


Dica: se tomar este suco um pouco antes das refeições, ajudará a diminuir seu apetite.


Não troque nenhum ingrediente, são todos importantes!


Lembre-se que, para emagrecer com saúde, não basta apenas beber o suco, você também deverá tentar manter uma alimentação balanceada e colorida.


Esperamos que tenha gostado desta nova receita do suco para emagrecer de melancia com abacaxi e gengibre.


Veja a lista dos Top 10 sucos para emagrecer.


Para emagrecer mais rapidamente, conheça estes 4 programas com ingredientes naturaisclique aqui.








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos!



Barriga aumenta os riscos do câncer de próstata

Os homens com muita barriga são mais propensos a contrair câncer de próstata do que aqueles que acumulam poucas gorduras na região abdominal.


Estas são as conclusões a que chegaram cientistas do Instituto Alemão de Nutrição (Dife, na sigla em alemão) em Potsdam, próximo a Berlim, autores de um estudo realizado com 153.000 homens.


A gordura abdominal aumenta os riscos do câncer de próstata


câncer de próstataDe acordo com a pesquisa, após observar estes homens, a relação entre o perímetro da cintura e o do quadril é a que melhor reflete o risco de ter este tipo de câncer.


Os cientistas suspeitam de que a gordura abdominal tenha uma influência negativa sobre o balanço hormonal.


Os homens com um coeficiente de cintura-quadril superior a 0,99 têm 43 % mais risco de ter câncer de próstata do que aqueles com um coeficiente inferior a 0,89.


Verifique seu coeficiente Cintura-Quadril clicando aqui


Este coeficiente é obtido pela divisão do perímetro da cintura pelo perímetro do quadril.


Ambos os perímetros permitem tirar conclusões sobre o volume de gordura acumulada na região abdominal.


“Até agora sabemos pouco sobre a relação causal”, reconheceu Heiner Boeing, um dos autores do estudo, que apontou a possibilidade de relação entre a gordura e o nível dos andrógenos (hormônios masculinos).


O relatório faz parte de um amplo estudo sobre a relação da alimentação com o câncer e outras doenças crônicas como o diabetes do tipo 2, intitulado “European Prospective Investigation into Câncer and Nutrition” (Investigação por Sondagens Sobre Câncer e Alimentação – Epic, na sigla em inglês) e iniciado em 1992.


Já é sabido que altos acúmulos de gordura abdominal elevam sensivelmente os riscos de infarto do miocárdio e de diabetes.


Fonte principal: Efe Berlim


Esperamos que tenha gostado deste artigo sobre um dos agravantes do câncer de próstata: a gordura abdominal.


Recomendamos que veja: programas de redução do peso.








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



terça-feira, 21 de outubro de 2014

Crianças com triglicérides e colesterol elevado

Uma pesquisa da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) com 1.937 crianças e adolescentes entre dois e 19 anos atendidos no Hospital das Clínicas da universidade constatou que quase metade deles possui triglicérides e colesterol elevado.


44% das crianças têm níveis de colesterol elevado


Segundo o estudo, realizado entre 2000 e 2007, 44% dos pesquisados apresentaram índices elevados de colesterol.


Crianças com colesterol elevado“Eu exagerava nos alimentos ricos em gordura quando tinha 11 anos e meu colesterol estava em 269 mg/dL. Então iniciei o tratamento com dieta e esportes. Hoje meu colesterol é 160 mg/dL”, diz a estudante Jéssica Rossi Ruggeri, 17, que ainda precisa diminuir seu índice.


A pesquisadora responsável, Eliana Cotta de Faria, do Departamento de Patologia Clínica da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, atribui os altos índices a fatores de risco como sedentarismo, má alimentação, obesidade e diabetes, além da hereditariedade.


De acordo com a pesquisa, 44% das crianças entre dois e nove anos apresentaram valores alterados do colesterol total, 36%, do LDL (colesterol ruim) e 56%, dos triglicérides.


Os altos índices de triglicérides estão associados a um risco maior de doença coronariana.


O resultado foi muito similar no grupo dos adolescentes e jovens de 10 a 19 anos. “Não é de se estranhar que a população hospitalar tivesse índices um pouco mais altos. Mas não imaginávamos que estes índices seriam tão altos”, diz Faria.


Não há dados brasileiros sobre a taxa de colesterol entre crianças e adolescentes, e, segundo Ieda Jatene, presidente do departamento de cardiologia pediátrica da SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia) não é possível extrapolar os números encontrados na Unicamp para o resto do país.


Gordura trans


Para Roseli Sarni, pediatra e presidente do Departamento de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, uma das explicações para os níveis elevados de colesterol, além de maus hábitos alimentares em geral, é o mau entendimento dos rótulos de produtos com gordura trans.


Quando a mãe lê ‘zero’, ela entende que o alimento é livre desse tipo de gordura, o que não é verdade“, diz. A legislação admite que o fabricante diga que seu produto tem “0% de gordura trans” quando tem até 0,2 g do elemento por porção. Com isso, a criança é liberada a consumir alimentos com esse tipo de gordura.


A prevenção, segundo Eliana Faria, começa com o estilo de vida da família, que é transposto para a realidade da criança. “Uma criança não pode decidir comer mais legumes se os pais não compram legumes“, diz.


Como reduzir


Para diminuir os níveis de colesterol no sangue, devem ser priorizados dieta balanceada e exercícios físicos. É preciso estimular o consumo de frutas, verduras, legumes e peixes marinhos, reduzir o consumo de óleos, açúcares e gorduras e preferir alimentos integrais.


As mudanças, no entanto, não devem ser drásticas, pois a criança pode ficar ainda mais resistente em mudar sua alimentação. “Começamos com uma mudança quantitativa, para depois fazer a qualitativa”, diz Sarni. Isto é: o recomendado é reduzir alimentos que aumentam o colesterol ruim, para, gradativamente, substituí-los por opções mais saudáveis.


Medicamentos


A Academia Americana de Pediatria já tomou uma decisão radical em relação às crianças com colesterol alto: orientou que os pequenos acima de oito anos sejam medicados com drogas (estatinas) para prevenir doenças cardíacas.


No Brasil, os pediatras indicam medicamentos a partir dos dez anos, mas apenas para crianças com uma doença genética chamada hipercolesterolemia familiar, que eleva os níveis de colesterol, independentemente do estilo de vida. Para as demais, eles defendem uma dieta equilibrada associada a exercícios físicos.


A cautela tem justificativa. Não há estudos a longo prazo sobre o uso das estatinas em crianças ou que mostrem que, usando a medicação precocemente, elas estarão mais protegidas do que aquelas que iniciaram a terapia na vida adulta.


Fonte: Julliane Silveira e Maurício Simionato – Folha de S.Paulo


Esperamos que tenha achado útil este artigo sobre crianças e adolescentes com triglicérides e colesterol elevado.


Recomendamos que veja também: 


Fibras de aveia e beterraba que podem reduzir o colesterol


- Ômega 3 de peixes marinhos, para regular os níveis de colesterol e triglicérides








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



terça-feira, 14 de outubro de 2014

Alimentos que nos dão energia

Existem alimentos que nos dão energia e disposição. Veja a continuação quais alimentos são estes.


Os cereais integrais, a carne de peru, o guaraná e o café merecem destaque entre os alimentos que garantem energia física e mental.


Os cereais integrais, grupo de alimentos composto por grãos como o arroz, o trigo, o milho, o centeio e a aveia, contém carboidratos e fibras, dupla que garante níveis estáveis de açúcar no sangue, evitando sintomas de fraqueza e picos de fome.


Alimentos que nos dão energiaSe consumidos em porções adequadas — pães (duas fatias), grãos (1/2 xícara), barra de cereal (uma unidade), biscoitos (três unidades) — estes alimentos tendem a ser absorvidos pelo organismo de forma gradual, conferindo mais energia e disposição.


Alimentos que nos dão energia


Quando o carboidrato está disponível no sangue de forma constante, ele mantém estável o neurotransmissor do bem-estar: a serotonina. Isso nos deixa mais felizes, pois colabora com o controle do estresse e da ansiedade e com a manutenção do bom humor.


Mas é preciso escolher bem o tipo de carboidrato que você vai ingerir.


Comer muito pão branco ou outros alimentos refinados em excesso pode gerar o efeito contrário: um estado de euforia, pela alta ingestão de açúcar de uma vez só, seguido por uma queda de energia, já que o organismo terá de fazer bastante esforço para metabolizar toda essa glicose.


As frutas, em especial a banana, a manga e a pera, são boas fontes de carboidratos.


Já os alimentos que estimulam a atividade cerebral trabalham por outros mecanismos. Eles atuam no sistema nervoso central mantendo-o em alerta.


A cafeína, composto químico presente no café, no guaraná e em alguns tipos de chá, como o chá verde, é um dos principais elementos para este estímulo. No entanto, se for consumida em excesso, pode prejudicar o sono.


Os alimentos ricos em proteínas, ao serem digeridos, liberam aminoácidos que também contribuem de forma diferente para um corpo em alerta.


A tirosina presente na carne de peru, por exemplo, deixa nosso organismo mais ativo, enquanto o triptofano, proporcionado pelo leite, contribui para um bom sono — essencial para ter mais disposição no dia seguinte.


Para conseguir energia física e mental de maneira constante, invista em uma dieta saudável e em boas horas de sono e lazer. Um corpo bem disposto não é reflexo somente do bem-estar físico, mas também mental e espiritual.


Fonte principal: revistamarieclaire.globo.com


Esperamos que tenha gostado deste artigo sobre os alimentos que nos dão energia.


Recomendamos que veja também: 


Chá verde com cafeína


Chá preto com guaraná para melhorar seus níveis de energia








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



sábado, 11 de outubro de 2014

Dicas para ganhar massa muscular

Homens e mulheres, das mais variadas faixas etárias, estão constantemente buscando novas técnicas para manter seus corpos em forma. Porém, nem todas as pessoas procuram dietas para emagrecer: muitos estão interessados em dietas para ganhar massa muscular.


Se seu Índice de Massa Corporal indicar menos que 18,5, você estará abaixo do peso ideal.


7 dicas para ganhar massa muscular de maneira saudável


ganhar massa muscular1- Ingira mais calorias


O princípio básico para ganhar peso é ingerir mais calorias das que você gasta. Procure comer porções maiores, mas escolha bem os alimentos, para aumentar o peso sem prejudicar sua saúde.


Lembre-se de comer seis vezes ao dia, sempre incluindo carboidratos e gorduras saudáveis, que são mais calóricos e estimulam o apetite. O ideal é que você faça três grandes refeições (café da manhã, almoço e jantar) e três lanches nos intervalos.


2- Faça escolhas inteligentes


Além de carboidratos, inclua nas suas refeições derivados do leite, peixe, carne e ovos, por exemplo.


Coma também alimentos vegetais com elevado teor de proteínas, como feijão, legumes e ervilha, e alimentos com alto teor de amido, como batatas, arroz e mandioca.


Castanhas, amendoim e nozes são ótimos alimentos calóricos e saudáveis que servem de lanche para quem deseja ganhar peso.


3- Ingira mais proteína


A maioria das calorias que contribuem para o ganho de peso são provenientes de carboidratos e gorduras, mas o seu corpo necessita de uma grande quantidade de proteína para construir novos músculos. Você não precisa substituir os carboidratos e gorduras por proteínas, mas deve aumentar o consumo das mesmas.


4- Faça lanches saudáveis


Faça vários lanches durante o dia com alimentos que lhe ajudem a ganhar peso mas que não prejudiquem sua saúde. Consuma queijo, frutas secas, e barras de cereais, por exemplo.


Evite hambúrgueres, batatas fritas e junk food em geral. Estes alimentos poderão fazer você engordar, mas não se manterá saudável, pois ganhará gordura abdominal e colesterol.


5- Líquidos também ajudam a ganhar peso


Os líquidos também contribuem para o ganho de peso. Beba uma grande quantidade de líquidos que forneçam nutrientes e calorias, como leite, iogurte, sucos de frutas e compostos de alta caloria, por exemplo.


6- Intensifique os exercícios


Você precisa de exercícios anaeróbicos e intensos para ganhar massa muscular. Podem ser exercícios que envolvam pesos e aparelhos de academia, mas também podem ser feitos em casa (flexões, agachamentos, barras). Diminua os exercícios aeróbicos, como as corridas, por exemplo.


7- Não desista!


Pode demorar um pouco para que você perceba mudanças no seu peso, por tanto, não faça como algumas pessoas que ficam frustradas logo no início e desistem das medidas que estão tomando antes dos resultados começarem a aparecer.


Seu corpo só responde a um esquema consistente e nenhuma dieta para ganhar massa muscular funcionará se você não a seguir de modo regular.


Fonte principal: Banco de Saúde


Recomendamos que veja também: programas para ganho de massa muscular.


Esperamos que tenha gostado destas dicas para ganhar massa muscular.








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Receita natural para tratamento da diarreia

O tratamento da diarreia costuma ser bastante simples, no entanto, de não ser tratada, as consequências desta doença podem ser muito graves, podendo em alguns casos ocasionar à morte.


Tipos de diarreia


Conforme sua duração, a doença pode ser classificada em aguda, persistente ou crônica:


Tratamento da diarreia- Aguda: quando dura até 2 semanas;
Persistente: de 2 a 3 semanas;
Crônica: acima de 3 semanas.


Esta classificação é importante porque o tratamento de cada um dos tipos é diferente.


Causas da diarreia


A diarreia pode ser ocasionada por vários fatores:


- Infecções por vírus, bactérias ou parasitas. As pessoas que seguem um padrão de higiene mínimo e não se alimentam em lugares públicos, tem a tendência de adquirir somente a forma viral da doença, que é transmitida em lugares fechados;


- Alergias;


- Alguns medicamentos, incluindo antibióticos, antirretrovirais;


- Doença inflamatória intestinal.


Receita natural para tratamento da diarreia não infecciosa



O chá de folha de goiabeira, além de ser útil para combater os sintomas da diarreia não infecciosa, também pode ser utilizado, em uso tópico, em peles e mucosas lesadas, atuando como antisséptico.


Você vai precisar de:


2 g (uma colher de sopa de sobremesa) de folhas novas de goiabeira


150 ml (uma xícara de chá) de água.


Modo de Preparo:


Prepare uma infusão com as folhas da goiabeira.
Ferva a água e, após desligar o fogo, acrescente as folhas.
Deixe tampado por alguns minutos.


Uso:


Beba um cálice (30 ml) após a evacuação no máximo dez vezes ao dia.


Cuidados:


Não utilize continuamente.


Este chá é para uso adulto.


Se os sintomas não passarem, procure um médico, pois pode tratar-se de diarreia infecciosa e deverá fazer um tratamento convencional.


Fontes principais: Wikipédia e Natural.enternauta.com.br


Esperamos que tenha achado útil esta receita natural para o tratamento da diarreia.


Recomendamos que veja também: um suplemento de vitaminas e minerais para repor nutrientes.








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



Tratamento natural para fígado e vesícula biliar

Existem três plantas com propriedades incríveis para proteger o fígado e a vesícula biliar: o cardo-mariano, o dente-de-leão e a alcachofra. Seus benefícios são tantos que podem ser considerados como um tratamento natural para fígado e vesícula biliar.


Conheça suas propriedades a continuação.


Tratamento natural para fígado e vesícula biliar


Cardo-mariano (cardo santa-maria, cardo-leiteiro).


tratamento natural para figadoÉ uma planta herbácea que contém princípios amargos, lipídios, proteínas, flavonoides, mucilagens, óleo essencial, taninos, albumina e ácidos graxos linoleicos; é diurética, tônica, reguladora das células hepáticas, estimula o fluxo biliar e combate os espasmos.


Esta planta é utilizada por via oral há séculos no combate das doenças do fígado e vesícula biliar.


Contém três das mais potentes substâncias protetoras do fígado conhecidas que, juntas, são chamadas de silimarina, com maior concentração no fruto do que nas sementes e folhas.


O efeito mais interessante dos seus princípios ativos sobre o fígado é a sua capacidade de estimular a síntese de proteína hepática, aumentando a produção de novas células hepáticas que substituem as danificadas.


Além de proteger e curar as células hepáticas, o cardo-mariano é um excelente digestivo, diurético, e é indicado nos casos de insuficiência hepática, cirrose hepática, esteatose hepática (degeneração celular ou infiltração gordurosa), hepatite e afecções da vesícula biliar.


Receita de chá com cardo mariano


Ingredientes:


1 colher (chá) bem cheia de frutos secos
½ litro de água


Modo de preparo:


Coloque os frutos na água, leve ao fogo e deixe cozinhar por 8 minutos.
Espere amornar e coe.


Tome de duas a três xícaras do chá durante o dia.


Dente-de-leão.


tratamento natural para figadoPlanta herbácea que é um excelente alimento e um dos melhores remédios naturais para o fígado e vesícula biliar; apresenta também propriedades que favorecem a digestão, depurativas, diuréticas, tônicas e anti-reumáticas.


Contém flavonoides, iodo, vitaminas A (contém mais do que a cenoura), B1, C e D, ácidos graxos, minerais como potássio e zinco, princípio amargo (taraxacina), além de proteína, colina, insulina e pectinas (fibras).


Melhora a produção da bile e o seu fluxo para a vesícula biliar, estimula a função renal, auxilia na prevenção de cálculos biliares e o composto amargo é responsável pela estimulação da digestão e secreção gástrica, além de ser e antioxidante.


Alcachofra.


É um alimento muito saboroso benéfico ao fígado e à vesícula biliar, mas também apresenta ação depurativa, diurética, tratamento natural para figadolaxativa, hipoglicemiante e normaliza as taxas de ureia e colesterol do sangue.


A alcachofra pode ser empregada para fins medicinais nas formas de: decocto, tintura-mãe, vinho medicinal, extrato seco e hidrolato (obtido por destilação).


Contém: cinarina, sais minerais, mucilagem, pectina, ácidos orgânicos, compostos flavônicos, cinaropicrina (principal constituinte amargo), enzimas e pró-vitamina A (entre outras vitaminas).


Além de proteger e regenerar as células do fígado, o sabor amargo desta planta contribui para aumentar a secreção gástrica e sua acidez, sendo indicada no combate da má digestão; também ajuda a transportar a bile para a vesícula biliar, protegendo o fígado e diminui as cólicas provocadas pelos cálculos biliares.


Esperamos que tenha gostado deste post sobre tratamento natural para fígado e vesícula biliar.


Recomendamos que veja também: 


- Bebida desintoxicante com chá verde


Bebida com chá preto e guaraná








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Fruta, o alimento perfeito

A fruta pode ser considerada o alimento perfeito: gasta uma quantidade mínima de energia para ser digerida e dá ao seu corpo o máximo em retorno.


O alimento que faz seu cérebro trabalhar é a glicose e a fruta tem principalmente frutose (que pode ser transformada facilmente em glicose pelo corpo).


Além disso, na maioria das vezes, é constituída de 90-95% de água. Em consequência, limpa e alimenta ao mesmo tempo.


Fruta, um alimento perfeito que não sabemos consumir


alimento perfeitoNo entanto, a maioria de nós não aprendemos a comer frutas adequadamente, de forma a permitir que nosso corpo use efetivamente seus nutrientes.


A dica é: coma frutas sempre com o estômago vazio, pois a princípio, elas não são digeridas no estômago, mas no intestino delgado.


Normalmente, elas passam rapidamente pelo estômago e liberam seus açúcares no intestino, entretanto, se houver carne, batatas ou qualquer tipo de amidos no estômago, elas ficarão ali presas começando a fermentar.


Já comeu alguma fruta de sobremesa após uma farta refeição e passou o resto do dia arrotando aquele horrível sabor? Agora você já sabe o motivo.


A melhor espécie de fruta é a fresca e o melhor suco é o feito na hora


Evite os sucos já embalados, pois, na maioria das vezes, são aquecidos no processo de vedação e sua estrutura é modificada.


Compre uma centrífuga!


Você pode ingerir o suco extraído na centrífuga como se fosse a própria fruta e o suco será digerido tão depressa (com o estômago vazio) que você poderá fazer uma refeição quinze ou vinte minutos mais tarde.


A fruta é o melhor alimento que podemos comer para nos proteger contra doenças do coração.


Contêm bioflavonoides, que evitam que o sangue se espesse e obstrua as artérias.


Além demais, fortalecem os vasos capilares, inclusive os mais fracos, que podem provocar sangramentos internos, derrames e ataques cardíacos.


O que devemos comer no café da manhã?


O que você precisa é de um alimento fácil de digerir, que seu corpo possa usar de imediato e inclusive ajudar na sua limpeza.


Tanto ao levantar-se como até o meio dia, coma só frutas frescas e beba sucos feitos na hora. 


Quanto mais tempo você ficar só com frutas em seu corpo, maior as chances dele limpar-se.


Afaste-se dos costumeiros ”lixos” do café da manhã e sentirá uma nova torrente de vitalidade e energia, tão intensa que você mal acreditará.


Esperamos que tenha gostado deste post sobre o alimento perfeito.


Recomendamos que veja também: shakes com altíssimo valor nutricional.








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Malefícios do refrigerante

Se tem algo que caracteriza os refrigerantes é o poder da sua imagem e, em contrapartida, suas carências nutricionais. Como é que um produto, sendo tão ruim, com tantos malefícios, pode parecer tão bom…? (Pensou no cigarro…? Acertou!).


Refrigerante: perigo!


Historicamente, os refrigerantes têm aparentado brindar soluções que infelizmente representam problemas para a saúde.


malefícios do refrigeranteOs refrigerantes têm sido, quase desde sua criação, um dos grandes males silenciosos padecidos pela humanidade. Trata-se de um inimigo que caminha a passos lentos mas firmes.


O consumo de refrigerantes vai degenerando aos poucos a saúde: causa obesidade, enfraquece os ossos, produz diferentes alterações no organismo, afetando até o estado de ânimo.


Se não fosse pelos poderes econômicos e os claros interesses do setor, os refrigerantes deveriam levar um selo de advertência muito parecido ao dos cigarros.


Afinal, quais são os malefícios do refrigerante?


Vejamos a seguir alguns dos riscos provocados pelo consumo regular de refrigerantes, o que comprova as maravilhas da indústria do marketing:


- Osteoporose. O consumo de bebidas excessivamente doces potencia o risco de sofrer de osteoporose, devido à ação do ácido fosfórico, que impede a correta absorção do cálcio, enfraquecendo os ossos.


Um estudo da Tufts University descobriu que mulheres que bebiam apenas 3 refrigerantes por semana tinham uma perda óssea média de 4% (em regiões como os quadris), a mais que ao grupo de mulheres que ingeriam outro tipo de bebida.


- Obesidade. O consumo de refrigerantes está amplamente associado ao aumento de peso e à obesidade. Naturalmente, o aumento das calorias consumidas leva ao aumento de peso, mas, mesmo os refrigerantes diet podem ocasionar este problema.


Recentes estudos demonstraram uma associação entre o os refrigerantes sem açúcar e o aumento da cintura.


- Diabetes. Um estudo feito com 90 mil mulheres mostrou que, as que ingeriam uma ou mais bebidas com açúcar (como sucos ou refrigerantes), estavam mais propensas a desenvolver diabetes tipo 2. As bebidas com açúcar aumentam o nível de glicose em jejum e a resistência à insulina.


- Infarte. Pesquisadores da Universidade de Harvard descobriram que o consumo diário de uma bebida com açúcar aumenta em 20% as chances de sofrer um ataque cardíaco durante um período de 22 anos. Este risco aumenta conforme a quantidade de bebidas doces consumidas diariamente.


- Triglicerídeos. Mesmo que a pessoa não aumente seu peso, os refrigerantes com açúcar podem ser prejudiciais para a saúde cardiovascular, especialmente nas mulheres. As mulheres que consomem bebidas com açúcar são mais propensas a desenvolver níveis elevados de triglicerídeos.


- Cáries. O açúcar contido nos refrigerantes transforma qualquer consumidor em alvo perfeito de cáries dentária.


- Cálculos renais. A maior parte dos refrigerantes contém oxalato, que pode ocasionar problemas como cálculos renais.


- Insônia. Os refrigerantes também podem provocar transtornos do sono -como insônia- devido aos altos índices de açúcar que contêm.


- Gastrite. A enorme concentração de açúcar, aditivos e o Ph ácido podem provocar transtornos digestivos, como a gastrite.


Em resumo: os refrigerantes não aportam nutrientes nem outros elementos positivos para o desenvolvimento do nosso organismo, só contêm calorias vazias e malefícios geradores de problemas de saúde. Por isso, pense muito antes de beber refrigerantes, se não puder evitá-los, pelo menos modere sua ingestão. Seu corpo agradece!


Esperamos que tenha gostado deste post sobre os malefícios do refrigerante.


Recomendamos que veja também: bebida à base de chá verde e chá preto.








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Barriga grande aos 40 aumenta risco de Alzheimer

Quem tem uma barriga grande por volta dos 40 anos pode quase triplicar o risco de desenvolver o mal de Alzheimer e outros tipos de demência aos 70 anos, de acordo com um estudo realizado nos Estados Unidos e publicado na edição on-line da revista “Neurology”, da Academia Americana de Neurologia.

Durante 36 anos os pesquisadores monitoraram 6.583 pessoas com idades entre 40 e 45 anos e registraram suas medidas do abdômen.

Ao chegar aos 70 anos, quase 16% dos participantes receberam um diagnóstico de demência!

Os riscos da barriga grande 


barriga grande provoca alzheimerTer uma barriga grande aumentou o risco de demência mesmo em casos em que os participantes tinham um peso geral normal.

Pessoas com o peso um pouco acima do considerado normal e com uma barriga avantajada tinham uma probabilidade 2,3 vezes maior de desenvolver demência em relação a pessoas com o peso normal e medida abdominal normal.

Pessoas obesas e barrigudas tinham uma probabilidade 3,6 maior de desenvolver demência em comparação às com peso e barriga considerados de dimensões normais.

Segundo a OMS, são consideradas acima do peso as pessoas com índice de massa corporal acima de 25, enquanto aquelas com um índice superior a 30 são consideradas obesas.

Leia mais: http://www.blog.vivaplenamente.com/barriga-grande-aumenta-risco-de-alzheimer/

Recomendamos que veja também: programas para redução do peso e medidas.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Suco para emagrecer de maçã com kiwi



Nesta série de artigos, lhe ensinamos as receitas dos melhores sucos para emagrecimento. Hoje é a vez do suco para emagrecer de maçã com kiwi.

Este suco ajuda a emagrecer porque a pectina contida na maçã forma um gel no estômago controlando e diminuindo o apetite; além disso, ajuda a regular o trânsito intestinal.

Por outro lado, entre suas propriedades, o kiwi tem um ótimo efeito anti-inflamatório.

Suco para emagrecer de maçã com kiwi

Veja a seguir algumas propriedades e benefícios destes dois alimentos.

Alguns benefícios da maçã


  • Reduz o apetite.

  • Melhora o trânsito intestinal e a prisão de ventre.

  • Tem efeito antioxidante.

  • Reduz o risco de doenças cardiovasculares.

  • Ajuda no controle e redução do colesterol.

Alguns benefícios do kiwi


  • É anti-inflamatório.

  • Tem efeito antioxidante.

  • Melhora a função intestinal.

  • Ajuda a reduzir o colesterol ruim (LDL).

  • Melhora o sistema imunológico.

Leia mais: Suco para emagrecer de maçã com kiwi

Recomendamos que veja também: programas de redução de peso.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Qual a melhor dieta para perder peso?

A maioria das pessoas já tentou alguma vez na vida reduzir gordura ou aumentar sua massa muscular. Mas você sabe qual a melhor dieta para perder peso com saúde?

Nessa luta pela boa forma e peso adequado, infelizmente vale tudo! Desde dietas miraculosas e baseadas em mitos, até os programas nutricionais focados no estilo de vida saudável e desenvolvido pelas maiores autoridades em nutrição do mundo.

O resultado é sempre o mesmo: alguns quilos a mais na balança, depois de um início encorajador.

dieta para perder pesoQual a melhor dieta para perder peso com uma boa nutrição, preservando os músculos?


A resposta para essa questão pode estar numa pesquisa realizada por especialistas da Universidade Harvard e recém-publicada no The New England Journal of Medicine (*).

Este estudo concluiu que o que determina se a pessoa vai emagrecer ou não, é a quantidade total de calorias que ela ingere, independente da composição das dietas adotadas, isto é, da proporção de gorduras, proteínas ou carboidratos.

Leia mais: Qual a melhor dieta para perder peso?
Recomendamos que veja também: programas de redução de peso.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Benefícios dos chás

Talvez você até esteja cuidando da sua alimentação e não ingira alimentos muito calóricos ou com um alto teor de gordura, mas, e o que você anda bebendo ao longo do dia...? Você sabe quais são os benefícios dos chás?

Acontece que, além dos alimentos calóricos, temos que tomar muito cuidado com as bebidas com alto teor calórico como, por exemplo, refrigerantes ou sucos com açúcar, pois estas bebidas podem atrapalhar os resultados de uma dieta com calorias controladas.

Os beneficios dos chas
Existem alternativas de bebidas muito mais saudáveis e nutritivas. Boas opções são: água, chás sem açúcar, sucos naturais sem açúcar, leite e iogurte desnatado ou semidesnatado.

Entre estas bebidas, as mais consumidas no mundo e as que está ganhando mais espaço na preferência do mundo ocidental são os diversos tipos de chá.

Os benefícios dos chás de Camellia Sinensis

Há milhares de anos, os verdadeiros chás, extraídos da planta Camellia Sinensis, são conhecidos no Oriente por serem bebidas refrescantes que oferecem uma série de importantes benefícios para a saúde.

Leia mais: http://www.blog.vivaplenamente.com/beneficios-dos-chas/

Recomendamos que veja também: uma bebida à base de chá verde, chá preto e ervas aromáticas.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Suco para emagrecer de abacate com maçã

Nesta série de artigos, lhe ensinamos as receitas dos melhores sucos para emagrecimento. Hoje é a vez do suco para emagrecer de abacate com maçã.

Este suco, que é altamente nutritivo, é um verdadeiro inibidor de apetite natural. Tem poucas calorias, alto teor de fibras, mantém a saciedade e ajuda a emagrecer.

O abacate é uma fruta rica em proteínas e gorduras vegetais, ajuda no processo digestivo e acaba com a prisão de ventre.

Suco para emagrecer de abacate com maçãPor outro lado,  impede que a gordura fique acumulada na região abdominal, ajudando a reduzir a barriga.

Veja a seguir algumas propriedades e benefícios destes alimentos.

Alguns benefícios do abacate


  • Melhora a digestão;

  • Acaba com o intestino preso;

  • Diminui o apetite e mantém a saciedade por mais tempo;

  • Reduz os níveis de colesterol ruim e promove o aumento do bom colesterol;

  • Diminui e impede o acúmulo de gordura abdominal;

  • Possui ação antioxidante;

  • Melhora a elasticidade da pele e estimula a produção de colágeno.

Alguns benefícios da maçã


  • Aumenta a saciedade;

  • Um componente da sua casca ajuda a queimar calorias;

  • Reduz o colesterol ruim (LDL).

Leia mais: Suco para emagrecer de abacate com maçã

Para emagrecer mais rapidamente, conheça estes 4 programas com ingredientes naturais: clique aqui.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Tipos e causas das manchas na pele

Quem não gostaria de ter uma pele com um tom uniforme, livre de imperfeições e manchas? No entanto, o mais comum é vermos pessoas com manchas na pele, que podem ter as mais diversas causas.

Hoje você conhecerá os principais tipos de manchas na pele e suas respectivas causas, para que, de ser possível tente preveni-las.

Existem duas grandes classificações gerais, de acordo com a sua cor:

manchas na pele- Hipercrômicas, mais escuras que a cor da pele, devido a uma quantidade de melanina maior do que o normal.

- Hipocrômicas, mais claras que a cor da pele, com uma quantidade de melanina menor.

Tipos de manchas na pele e suas causas


Vejamos agora os principais tipos de manchas na pele de acordo com a sua origem, forma, tamanho e cor:

- Manchas senis

Surgem principalmente nas mãos, braços e pescoço de pessoas mais idosas que não cuidaram corretamente da sua pele ao longo da vida, deixando-a exposta ao sol sem a devida proteção.

Sua cor é marrom, seu formato redondo e podem ter diversos tamanhos.

Leia mais: Tipos e causas das manchas na pele

Recomendamos que conheça um poderoso suplemento antioxidante, que pode ajudá-lo(a) no combate aos radicais livres, causadores do envelhecimento precoce e diversas doenças como o câncer.


quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Dicas para acabar com a queda do cabelo





Nossos cabelos precisam se renovar, por isso é normal perdermos até uns 100 fios por dia, no entanto, se a perda for excessiva por mais de duas semanas, é preciso achar uma solução. Tem diversos tratamentos que podem resolver o problema, mas antes, precisamos identificar o verdadeiro motivo que está provocando a queda do cabelo.


Causas e dicas para acabar com a queda do cabelo


queda do cabeloVeja a seguir as causas mais frequentes:


- Clareamento, alisamento e outros procedimentos químicos


O clareamento resseca as fibras capilares, deixando-as menos resistentes à tração, por isso é importante respeitar o intervalo entre os retoques e fazer uma boa hidratação.


Já o alisamento, muda a textura dos fios rompendo as pontes de hidrogênio e cisteína. Se não for feito por um bom profissional, a quebra dos fios será inevitável.


Dica: faça sempre um teste prévio numa mecha de cabelo próxima da nuca e veja como reage. Isto vale para qualquer procedimento químico.


- Penteados


As tranças, rabos de cavalo e outros tipos de penteado feitos muito próximos ao couro cabeludo, quebram as fibras, provocando a queda do cabelo.


Dica: evite esticar demais o cabelo ou dar muitas voltas no elástico.


- Secador


O calor em excesso pode queimar o couro cabeludo ou aumentar a oleosidade, o que provoca caspa e a possível queda do cabelo.


Por outro lado, a escovação feita com muita força pode arrebentar os fios.


Dica: na medida do possível deixe seu cabelo secar naturalmente e, se for usar o secador, deixe-o a uma distância mínima de um palmo da cabeça.


- Genética e hormônios


Nos homens, estes fatores podem levar à calvície. Nas mulheres, os fios ficam mais ralos na altura da testa, mas em alguns casos pode deixar o couro cabeludo à mostra.


Dica: procure um dermatologista, tem tratamentos para queda do cabelo como a carboxiterapia, o laser de baixa potência ou os transplantes de unidades foliculares que podem ajudar.


- Falta de proteínas e/ou vitaminas


A falta destes nutrientes pode enfraquecer os fios, provocando sua queda.


Dica: mude sua alimentação, aumentando o consumo de frutas, verduras e legumes frescos, além de grãos integrais e carnes brancas.


- Estresse, anemia e alterações na tireoide


Estes fatores de saúde causam um fenômeno conhecido como “eflúvio telógeno”: os fios de cabelo pulam da fase de crescimento para a de repouso, o que provoca a sua queda antes do tempo.


Dica: em casos de estresse ou anemia, faça uma alimentação rica em ferro; se tiver problemas na tireoide, siga um tratamento clinico indicado por um especialista.


- Gripe e infecções


Em alguns casos, estas doenças consomem tantos nutrientes que podem provocar a queda de cabelo por até três meses.


Dica: reforce seu sistema imunológico com uma alimentação rica em vitaminas ou use um bom suplemento vitamínico.


- Alopecia areata


Esta doença faz o organismo desenvolver anticorpos contra o bulbo capilar, deixando de produzir fios em certas regiões. Desta maneira, o cabelo cai e não volta a crescer, deixando algumas áreas totalmente sem fios.


Dica: procure um dermatologista, a carboxiterapia ou as infiltrações com corticoides podem ajudar.


Esperamos que tenha gostado destas dicas para combater a queda do cabelo.


Recomendamos que conheça um poderoso suplemento de vitaminas e minerais.








Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos: