terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Tipos de Celulite




Dependendo do seu grau de evolução, a celulite pode ser dividida em 4 estágios, isto define os diferentes tipos de celulite que existem.


tipos de celulite


Seu primeiro passo é identificar em que estágio você se encontra para poder tratar do problema adequadamente.


Tipos de celulite


Estágio 1


Aumenta o volume do tecido adiposo na região afetada, ocasionado por acúmulo de gordura dentro das células.


Não existe alteração circulatória, nem dos tecidos de sustentação, apenas uma discreta dilatação das pequenas veias do tecido gorduroso. Não há sinais visíveis na pele e não existe dor.


Estágio 2


As células adiposas mais superficiais ficam mais cheias de gordura e as das camadas mais profundas já começam a sofrer o mesmo processo.


Começa a aparecer um certo grau de fibrose. O aumento do volume das células comprime as microveias e os vasos linfáticos, provocando alteração circulatória: o sangue e a linfa ficam represados, ocorrendo um maior “inchaço” das células gordurosas.


Toxinas que deveriam ser eliminadas começam a se acumular e já é possível você observar irregularidades na pele quando apalpada, mas ainda não existe dor.


Estágio 3


As células continuam aumentando de volume por causa do contínuo acúmulo de gordura.


Ocorre uma desordenação do tecido e, apesar de mais profundos, os nódulos já começam a ser vistos como irregularidades na superfície da sua pele, mesmo sem apalpá-la.


Já existe fibrose (endurecimento do tecido de sustentação) e a circulação fica ainda mais comprometida, podendo aparecer micro-varizes e varicoses.


A pele adquire o aspecto de “casca de laranja” e você sente uma sensação de peso e cansaço nas pernas (lembre que a celulite é basicamente um problema circulatório, e nesse estágio a circulação no tecido gorduroso já está com problemas). Se pressionada pode ser dolorosa.


Estágio 4


Aumenta o inchaço desordenado das células gordurosas, o tecido de sustentação se torna mais endurecido (fibroesclerose) e a circulação de retorno fica muito comprometida.


Neste estágio, a celulite é dura e sua pele fica cheia de depressões, com aspecto acolchoado. A dor é constante e suas pernas ficam pesadas, inchadas e a sensação de cansaço é muito frequente, mesmo sem esforço.


Nesta fase aparecem os chamados “buracos negros”, regiões de circulação quase totalmente comprometida, com micro-nódulos e macro-nódulos.


A medida que sua celulite vai avançando de grau, fica mais difícil voltar à condição normal, mas é possível voltar ao estágio anterior com o tratamento correto.


Esperamos que tenha achado útil este post sobre os diferentes tipos de celulite.


Se você tem este problema, recomendamos que conheça um método natural que poderá ajudá-la a acabar com a celulite para sempreClique aqui para conhecê-lo.


Curta nossa página no Facebook e fique por dentro deste e outros assuntos de saúde e bem estar.


Deixe-nos seus comentários logo abaixo.


Gostou deste artigo? Compartilhe-o com seus amigos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário