quinta-feira, 26 de junho de 2014

Soja reduz riscos cardíacos em mulheres




O grão de soja reduz riscos cardíacos em mulheres, é o que afirma um estudo japonês realizado por 13 anos, a pedido do Ministério da Saúde do Japão.


Segundo o estudo, as mulheres que consomem produtos à base de soja regularmente têm de 3 a 4 vezes menos riscos de sofrer um ataque ou uma crise cardíaca. 


soja reduz riscos cardiacosOs resultados foram publicados no periódico “Circulation”, da Associação Cardíaca Americana, informou o jornal “Asahi Shimbun”.


Soja reduz riscos cardíacos em mulheres


Segundo o estudo, os produtos derivados da soja, que é rica em isoflavona e em vitamina E, têm efeitos protetores ainda mais significativos nas mulheres que já entraram na menopausa.


Cuidados ao escolher produtos à base de soja


No entanto, deve-se ter o máximo cuidado ao escolher os produtos à base de soja, pois, os integrais contém um componente chamado fitato, que pode provocar a desmineralização do organismo.


Os melhores produtos de soja são sempre os “isolados” ou seja, livres do fitato.


Os testes começaram em 1990 e continuaram até 2002, com 40.462 japoneses de ambos os sexos, com idades entre 40 e 59 anos, e que não fossem vítimas de câncer, nem de doenças cardíacas.


Homens e mulheres foram divididos em cinco grupos, em função da quantidade de soja consumida diariamente.


Resultados


O estudo mostrou que o risco de apoplexia ou de crise cardíaca era de 0,39 nas mulheres que consumiram mais soja, contra 1 para aquelas que consumiram a menor quantidade. A diferença é ainda maior –de 0,25 para 1– no grupo das que já estão na menopausa.


Em contrapartida, a pesquisa não expôs nenhuma grande alteração entre os cinco grupos masculinos.


As mulheres que registraram o menor risco de desenvolver problemas cardíacos consumiam, por dia, o equivalente a 45 gramas de natto (soja fermentada) ou cerca de 100 gramas de tofu (queijo de soja).


Outros elementos, como as algas, por exemplo, somadas à soja, também contribuem para aumentar as defesas do organismo, destacou Yoshihiro Kokubo, pesquisador do Centro Nacional Cardiovascular, citado pelo jornal “Asahi”.


Fonte Principal: France Press, em Tóquio


Esperamos que tenha gostado deste artigo sobre como o soja reduz riscos cardíacos em mulheres.


Recomendamos que conheça um pó de proteína isolada de soja e proteína de soro do leite e um shake com proteína isolada de soja mais outros nutrientes.


Curta nossa página no Facebook e fique por dentro deste e outros assuntos de saúde e bem estar.


Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:



Nenhum comentário:

Postar um comentário