quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

A importância das proteínas




As proteínas estão entre os nutrientes mais importantes para o nosso organismo, pois formam a parte estrutural das células, que os outros nutrientes depois irão preencher.


Importancia das proteinas


A importância das proteínas para o nosso organismo


Poderíamos dizer que as proteínas constituem uma espécie de “esqueleto” celular. Nos ossos, por exemplo, o cálcio, magnésio e o fósforo ficam dentro de uma estrutura formada por proteínas. Músculos, tendões, unhas, pele, cabelo, membranas, são todos formados por proteínas.


Se você estiver querendo emagrecer, saiba que as dietas de proteínas funcionam seguindo o princípio de que elas sinalizam o cérebro com uma sensação de saciedade, impedindo a ingestão exagerada de outros alimentos com alto teor calórico.


Por outro lado, se sua meta for ganhar massa muscular, é importante ressaltar que as dietas de proteínas são essenciais, porque os alimentos com alto teor proteico ajudam na construção dos músculos de maneira saudável.


Tipos de Proteínas


De acordo com sua origem ou fonte, existem dois tipos de proteínas:


- Proteínas de origem animal. São insolúveis, devido a sua estrutura molecular, e concentradas, contendo em ótimas quantidades os aminoácidos essenciais. Dentro deste grupo podemos encontrar as esfero proteínas ou proteínas globulares (constituídas por líquidos orgânicos), assim como as protaminas e histonas (encontradas nas ovas de peixe).


- Proteínas de origem vegetal. Como o nome já diz, são as provenientes de plantas, principalmente dos cereais e fornecem um pouquinho de cada um dos aminoácidos essenciais em proporções diferentes.


Do ponto de vista das suas funções, podemos classificá-las em seis tipos de proteínas diferentes:


- Estruturais: fazem parte dos tecidos dando-lhes elasticidade, rigidez e consistência (exemplos: colágeno, actina, miosina, queratina, fibrinogênio e albumina).


- Hormonais: exercem funções específicas sobre algum órgão ou estrutura do organismo (por exemplo, a insulina).


- Defensivas: participam em várias funções de defesa do nosso organismo (exemplos: os anticorpos, o fibrinogênio e a trombina).


- Energéticas: o organismo pode obter energia a partir dos canais que as compõem.


- Enzimáticas: as enzimas são proteínas capazes de catalisar reações bioquímicas e suas funções dependem da sua estrutura. Antigamente, acreditava-se que cada enzima era capaz de catalisar somente um tipo de reação química, entretanto, hoje sabemos que algumas são capazes de catalisar diferentes tipos de reações.


- Condutoras: o transporte de gases (principalmente do oxigênio) é efetuado pela hemoglobina e hemocianina, proteínas encontradas nos glóbulos vermelhos.


Saiba mais sobre proteínas clicando aqui.


Recomendamos que conheça um pó com proteína isolada de soja e proteína de soro do leite e um shake com alto teor de proteínas.


Esperamos que tenha gostado deste post sobre a importância das proteínas para o nosso organismo.


Curta nossa página no Facebook e fique por dentro deste e outros assuntos de saúde e bem estar.


Deixe-nos seus comentários logo abaixo.


Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:


segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Tratamento para prisão de ventre




Quantas vezes seu intestino funciona diariamente? O ideal seria pelo menos uma vez ao dia, dando a sensação de esvaziamento total. Se isto não estiver acontecendo, é bom ir procurando um bom tratamento para prisão de ventre.


Tratamento para prisão de ventreNo entanto, antes de procurar uma solução, é preciso que você entenda que existem dois tipos de prisão de ventre: a atônica e a espasmódica.


- A prisão de ventre atônica, mais conhecida por “intestino preguiçoso” é a mais comum. Geralmente é provocada por dietas pobres em fibras e baixo consumo de água, mas também pode ser ocasionada pelo excesso de laxantes e o sedentarismo.


- Já a prisão de ventre espasmódica, com movimentos irregulares do intestino, pode ter como causas o estresse, o fumo, problemas neurológicos e alimentos que causem irritação da mucosa intestinal e/ou obstruções do cólon.


O álcool também pode ocasionar prisão de ventre, assim como o leite de vaca em algumas pessoas.


Tratamento para prisão de ventre: dicas naturais


1 – Ingira alimentos prebióticos


Intestino irregular pode ser sinal de flora intestinal comprometida. Para recuperá-la será necessário aumentar o consumo de alimentos prebióticos como banana verde, cebola, bardana e chicória.


Se o caso for muito grave, talvez seja necessário também consumir probióticos.


2 – Aumente o consumo de água


Um adulto deve beber pelo menos 8 copos de água diariamente. A baixa ingestão de líquidos faz com que as fezes ressequem demais e endureçam, dificultando sua passagem através do intestino.


Além demais, a água faz alguns tipos de fibras incharem, ajudando no trânsito intestinal.


3 – Consuma alimentos ricos em fibras


Além de ajudarem a regular o intestino, as fibras ajudam a eliminar substâncias tóxicas contidas nos alimentos. Coma cereais e alimentos integrais, vegetais e frutas, mastigando-os bem.


A seguir, uma lista de alimentos recomendados para a prisão de ventre: aveia, granola, gergelim, linhaça, pão integral, macarrão integral, arroz integral, feijão, lentilha, milho, abóbora, couve, cenoura, batata doce, cebola, tomate, agrião, brócolis, espinafre, vagem, além de frutas como: mamão, abacaxi, ameixa, manga, figo, maçã, banana, abacate, pêssego e laranja (com bagaço).


As frutas secas como uvas passas, tâmaras, figos, banana e ameixas contêm muita fibra.


Dica: consuma as verduras cruas e os legumes também crus ou pouco cozidos.


4 – Ingira alimentos laxativos


Algumas frutas como a laranja, o mamão e a ameixa, podem ser consideradas verdadeiros “laxantes naturais”.


5 – Pratique uma atividade física


Mexa-se! O sedentarismo pode ocasionar prisão de ventre.


Mantenha uma atividade física regular, pois ajuda a estimular o intestino.


6 – Não adie a ida ao banheiro


Quando estiver com vontade, vá ao banheiro! Adiar poderá prender seu intestino.


Esperamos que tenha achado úteis estas informações sobre o tratamento para prisão de ventre.


Recomendamos que veja também fibras de aveia e beterraba e fibras de aveia, gergelim, feijão, mamão, hibisco e ervas.


Curta nossa página no Facebook e fique por dentro deste e outros assuntos de saúde e bem estar.


Deixe-nos seus comentários logo abaixo.


Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos.


quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Como controlar o peso




Hoje em dia é muito comum vermos pessoas que passam o ano inteiro com a vida desregrada, consumindo alimentos totalmente errados e que não praticam nenhum tipo de exercícios físicos. Muitas dessas pessoas, quando decidem emagrecer, adotam regimes pouco saudáveis por não saber como controlar o peso de maneira adequada.


Como controlar o pesoSe você é uma dessas pessoas e, por algum motivo, precisa entrar em forma o mais rápido possível, tome cuidado: dietas da moda ou aquelas que promovem mudanças muito radicais são arriscadas e podem ter efeitos prejudiciais para sua saúde.


Não existe nenhum milagre, mas se você seguir algumas regras básicas, poderá ficar em forma no ritmo do seu corpo e fazer com que tenha efeitos duradouros.


Veja como controlar o peso com saúde


A nutricionista Audrey Abe preparou uma lista com 10 dicas práticas para você emagrecer de forma saudável e depois conseguir manter seu peso definitivamente:


1 – Não fique mais de três horas em jejum
No intervalo entre as principais refeições faça pequenos lanches. Isso fará com que você não fique com muita fome na hora das refeições, evitando que coma além do necessário. Além disso, ajuda a acelerar o metabolismo por estar sempre digerindo o alimento presente no sistema digestivo.


2 – Nos intervalos faça escolhas saudáveis
Dê preferência as frutas, iogurtes desnatados ou biscoitos integrais, pois além de serem práticos de carregar, servem como uma alternativa saudável e saborosa às batatinhas, doces e salgadinhos.


3 – Não coma com pressa
Você já escutou o ditado que a refeição é um horário sagrado? Então, mastigue bem os alimentos, repousando os talheres no prato a cada “garfada”. E não se esqueça que a sensação de saciedade leva 15 minutos para chegar ao cérebro.


4 – Prepare pratos coloridos
Além de parecerem e serem mais apetitosos, garantirá também o consumo de diversas vitaminas e minerais.


5 – Opte por alimentos ricos em fibras
Alimentos como os grãos integrais, vegetais e frutas, são fontes desses nutrientes que ajudam o organismo a se sentir satisfeito ingerindo menos calorias.


6 – Tenha sempre em casa alimentos saudáveis
Esse é o segredo para evitar as refeições prontas ou industrializadas, que são calóricas, ricas em gordura e pouco nutritivas.


7 – Quando for comer fora, preste atenção no tamanho das porções
Em restaurantes e lanchonetes geralmente as porções são maiores, fazendo com que você coma demais. Além disso, opte por cardápios com baixo teor de gordura, evite frituras, dando preferência aos grelhados, assados e feitos no vapor, e carnes magras.


8 – Estabeleça metas reais e atingíveis
A motivação é o segredo para continuar com empenho em qualquer projeto, especialmente em uma nova rotina alimentar.
Prepare um diário alimentar registrando os alimentos consumidos durante cada dia, a quantidade, o horário, o local e o que sentiu em cada refeição. Isso lhe conscientizará do que realmente come e permitirá ver o que “engatilhou” a sua fome e o que satisfez o seu apetite.


9 – Beba muita água
É imprescindível que o seu corpo esteja sempre bem hidratado. Por isso, ingira, pelo menos, 2 litros de água por dia.
Para isso, ande sempre com uma garrafinha (na bolsa, mesa do trabalho, durante a atividade física etc.). A água vai ajudar o seu corpo a se manter hidratado e a eliminar as toxinas.


10 – Pratique uma atividade física que lhe agrade
Esse fator é muito importante no processo de emagrecimento também, pois ajudará a queimar a gordura acumulada no corpo e fará o seu organismo trabalhar mais rápido durante o dia, consequentemente, queimando mais gordura.


Fontes principais: Bem-Estar e Zero Hora


Esperamos que tenha gostado destas informações sobre como controlar o peso de maneira saudável.


Recomendamos que veja também programas para controle de peso.


Curta nossa página no Facebook e fique por dentro deste e outros assuntos de saúde e bem estar.


Deixe-nos seus comentários logo abaixo.


Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:


segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

7 Dicas para ter mais energia!




Com a vida agitada que levamos hoje em dia, muitas vezes daríamos tudo para podermos aumentar nossos níveis de vitalidade e termos mais disposição para continuar. Por isso, hoje preparamos para você una lista de conselhos para ter mais energia e disposição no seu dia-a-dia.


Veja a seguir 7 dicas para ter mais energia


1. Durma o suficiente.


Como ter mais energiaA privação do sono é a causa mais comum da falta de energia e da fadiga. A maioria dos adultos precisa de 7 a 8 horas de sono por noite.


Se você está dormindo durante a tarde nos fins de semana, pode ser um sinal de que você não está dormindo o suficiente durante a semana.


Se você precisa acordar cedo, vá dormir mais cedo à noite. Ir para a cama apenas 30 minutos mais cedo pode fazer uma diferença enorme nos seus níveis de energia durante o dia!


2. Reduza a desordem.


Não conseguir achar alguma coisa entre pilhas desordenadas é estressante e tira energia. A roupa que você nunca usa, os papéis que estão caindo por toda parte e os objetos inúteis que você sente pena de jogar fora, podem invadir seu espaço e sugar parte da sua vida.


O esforço ocasionado pela desordem rouba muito da sua preciosa energia. Selecione tudo o que você não usa mais, doe o que ainda serve a alguém que precise e jogue fora o restante: você terá mais energia e respirará melhor.


3. Beba mais água.


A desidratação faz com que você fique mais cansado(a) e irritável. Mesmo que você não esteja sentindo sede, não quer dizer que já tenha bebido o suficiente: a sensação de sede sempre chega atrasada, quando você sente já está desidratado(a).


A maioria das pessoas precisa de pelo menos 8 copos de água por dia. A maneira mais fácil de controlar se está bebendo o suficiente é separar para você diariamente 4 garrafinhas de meio litro cada.


4. Faça uma caminhada diária.


Estar sentado(a) o dia inteiro pode lhe dar uma sensação de cansaço e começará a ficar com preguiça até de levantar-se, criando um circulo vicioso de inatividade.


Crie o hábito de fazer uma caminhada diária e seus níveis de energia aumentarão.


5. Quebre a rotina.


Seguir com a mesma velha rotina todos os dias suga seu espírito e rouba sua energia.


Não se permita cair na rotina! Invente algo novo regularmente.


6. Visite um(a) amigo(a).


O isolamento é uma ótima receita para quem quer perder energia. Mesmo que não esteja com muita vontade de conversar com alguém, passar o tempo com uma pessoa cuja companhia você aprecia o(a) energizará.


7. Emagreça.


O peso adicional que você carrega aumenta o esforço do seu corpo. Mesmo um acréscimo de 5 kg é duro de carregar. Tente levantar um saco de 5 kg de batatas! Agora imagine que esteja unido permanentemente a ele – dia e noite…


Se você tem excesso de peso, seu corpo precisa trabalhar duramente para carregar constantemente os quilos extra. Livre-se do excesso de gordura e você se sentirá com muito mais disposição e energia.


Esperamos que tenha gostado destas dicas para ter mais energia e, é claro, que as coloque em prática, pois isto só proporcionará um maior bem estar para sua vida!


Recomendamos que conheça um produto para energia com ingredientes naturais.


Curta nossa página no Facebook e fique por dentro deste e outros assuntos de saúde e bem estar.


Deixe-nos seus comentários logo abaixo.


Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:


quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Como reduzir a celulite com a alimentação




Existem alimentos que reparam, hidratam e revitalizam a pele, ajudando a reduzir a celulite.


Em contrapartida, carnes vermelhas gordas, leite e iogurte integrais, açúcar branco refinado, doces em geral e frituras, aumentam a gordura do corpo e pioram os furinhos.


Hoje vamos falar de alguns alimentos que poderão ajudá-la a manter a celulite à distância.


Lista dos principais alimentos para reduzir a celulite


- Algas marinhas


Ótima fonte de iodo, equilibra o trabalho da glândula tireoide, evitando flutuações hormonais.alimentos para reduzir a celulite


- Arroz integral


Contém fibras, vitaminas do complexo B e minerais (magnésio e cromo), favorecendo a digestão do açúcar e o funcionamento do intestino.


- Aveia


Entre suas propriedades, este cereal é rico em silício, que reorganiza as fibras de sustentação da pele e previne a formação dos furinhos.


- Azeite de oliva extravirgem


Tem ação anti-inflamatória, podendo combater os edemas acarretados pela celulite. Associado ao azeite de linhaça, se torna ainda mais potente.


- Castanha-do-pará


Tem selênio, importante antioxidante contra o envelhecimento das células.


- Folhas verde-escuras


São fontes de clorofila, melhoram a circulação e desintoxicam o organismo.


- Maçã


Fonte de pectina, fibra solúvel que neutraliza as toxinas presentes no organismo.


Tem outros alimentos, em futuros posts comentaremos mais sobre este assunto.


Comece a fazer algumas mudanças na sua alimentação que a levarão a uma vida mais saudável. Lembre-se que toda grande mudança começa sempre com um primeiro passo e esse pequeno passo você pode e deve dar hoje mesmo.


Com certeza num futuro muito próximo você irá olhar-se no espelho, lembrará de ter lido estas linhas e agradecerá a você mesma por ter tomado a decisão de começar seu caminho para uma ‘nova você’.


Esperamos que tenha gostado desta lista de alimentos para reduzir a celulite.


Recomendamos que conheça um método natural que poderá ajudá-la a acabar com a celulite para sempreClique aqui para conhecê-lo.


Curta nossa página no Facebook e fique por dentro deste e outros assuntos de saúde e bem estar.


Deixe-nos seus comentários logo abaixo.


Gostou deste artigo? Compartilhe-o com seus amigos:


terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Beber água gelada emagrece?




Se você quer perder peso, provavelmente deve ter ouvido falar que a água gelada poderá ajudá-l@. Agora, será que é verdade que beber água gelada emagrece? Ou não passa de apenas um mito?


Bem, se o que você quer saber é se o seu corpo queima calorias para aquecer a água gelada, a resposta é SIM.


Agua gelada emagreceMas caso queira saber se beber muita água gelada pode lhe ajudar a perder peso, esse “sim” precisa ser qualificado com alguns cálculos…


Em primeiro lugar, há calorias e Calorias.


Calorias com “C” maiúsculo são aquelas usadas para descrever a quantidade de energia contida nos alimentos. Já uma caloria com “c” minúsculo é definida como a quantidade de energia necessária para elevar a temperatura de 1 grama de água em 1°C.


1 Caloria = 1000 calorias.


Agora, considerando que a definição de uma caloria é baseada na elevação da temperatura da água, pode-se dizer que o seu organismo queima calorias quando tem que elevar a temperatura da água gelada à temperatura do seu corpo.


E, a menos que sua urina esteja saindo geladinha, o seu corpo deve estar elevando a temperatura da água… :)


Portanto, calorias estão sendo queimadas.


Mas, voltando à pergunta original: beber água gelada emagrece?


Bem, vamos calcular o que é que você está queimando exatamente quando bebe um copo de 250 ml de água gelada:


a) estimemos a temperatura da água gelada em 0°C;


b) a temperatura corporal em 37ºC;


c) é necessária 1 caloria para elevar 1 grama de água em 1ºC;


d) há 236,59 gramas em 250 ml de água.


No nosso caso de um copo de 250 ml de água gelada, o seu corpo deve elevar a temperatura de 236,59 gramas de água de 0ºC para 37ºC.


Ao fazer isso, seu corpo queima 8.754 calorias (236,59 x 37), ou seja, apenas 8,75 Calorias, o que, no grande espectro de uma dieta com 2 mil Calorias, não representa muito


Mas vamos dizer que você vire um(a) adepto(a) da recomendação nutricional de “oito copos de 250 ml de água por dia” (2 litros). Para aquecer toda essa água durante um dia, o seu corpo queima 70 Calorias, o que, ao longo do tempo, pode fazer alguma diferença.


Resumindo: embora o consumo de água gelada não deva substituir os exercícios ou uma alimentação saudável, beber água gelada em vez de água quente ajuda mesmo a queimar algumas calorias extras.


Conheça agora uma bebida com chá verde e chá preto, de efeito termogênico.


Esperamos que tenha achado úteis estas informações sobre se beber água gelada emagrece.


Fique por dentro deste e outros assuntos de saúde, curta nossa página no Facebook.


Deixe-nos seus comentários logo abaixo.


Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos: