quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Os benefícios da beterraba

A beterraba é um alimento muito antigo, que crescia naturalmente ao longo das costas do norte da África, Ásia e Europa. Originalmente, eram as suas folhas que eram consumidas.
A beterraba vermelha e doce começou a ser cultivada no tempo da Roma antiga, no entanto, foi só no século 19 que a sua doçura natural tornou-se apreciada e começou a ser utilizada como fonte de açúcar.
Hoje em dia, é uma matéria-prima utilizada normalmente pela indústria para a produção de açúcar, no entanto, a maior parte das pessoas a consomem de forma integral, como parte da sua dieta regular.
E estas pessoas têm bons motivos para fazê-lo, pois de fato a beterraba, além de ser deliciosa, é um desses alimentos naturais que contêm uma grande variedade de nutrientes que promovem benefícios muito importantes para a saúde.
Conheça os principais benefícios da beterraba
Apesar de ter o maior conteúdo de açúcar de todos os vegetais, a maioria das pessoas pode comer beterraba sem quaisquer problemas um par de vezes por semana (e suas folhas em quantidades ilimitadas).
Veja a continuação os principais benefícios deste alimento natural:
1- Reduz a pressão arterial
Um estudo descobriu que beber um copo de suco de beterraba reduziu em poucas horas a pressão arterial sistólica das pessoas participantes em uma média de 5,4 pontos.
Leia mais: Os benefícios da beterraba.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Os carboidratos saudáveis

Constituem um elemento importante na dieta e muitos dos alimentos que são ricos em carboidratos, também são ricos em fibras e fitonutrientes. Os carboidratos saudáveis (complexos) são as frutas, verduras e alguns grãos integrais.
A necessidade de carboidratos deve ser atendida em cinco a nove porções diárias de frutas e verduras variadas e coloridas, que forneçam uma gama de substâncias benéficas.
Se forem necessários em maior quantidade, eles podem ser fornecidos por grãos integrais e leguminosas (como o feijão).
Uma dieta baixa em carboidratos restringe os gramas para um nível tão reduzido que pessoas que consomem essas dietas não podem aproveitar os múltiplos benefícios para a saúde fornecidos pelas frutas e legumes.
Os carboidratos são quebrados em açúcares, como glicose e frutose.
Os carboidratos não digeridos são eliminados do organismo e são chamados de fibras alimentares.
Os açúcares simples escondidos
Os açúcares simples incluem a glicose, frutose, lactose e sacarose.
Eles são listados como açúcares nos rótulos dos alimentos, enquanto os carboidratos denominados complexos não estão incluídos nessa lista, apesar de sua semelhança.
Lactose e sacarose são combinações de dois açúcares diferentes ligados entre si. A lactose é formada por galactose e glicose, enquanto o açúcar de mesa ou sacarose é formado por glicose e frutose.
Leia mais: Os carboidratos saudáveis.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Benefícios da atividade física para a saúde

Todos nós sabemos que devemos fazer exercícios, mas na realidade, quais são os benefícios da atividade física para a saúde?
Não há hora melhor para tornar-se ativo(a) do que agora.
Independentemente de idade ou habilidade física, quase todas as pessoas podem usufruir os benefícios de saúde adicionando a prática de exercícios em suas rotinas diárias.
A maioria de nós sabe que o exercício é um excelente caminho para impulsionar um programa de perda e controle de peso.
Mas engajar-se em um nível moderado de atividade física diária também pode ajudar a manter os ossos e músculos fortes, reduzir o estresse e de forma geral melhorar sua qualidade de vida.
Quer você goste de uma caminhada matinal rápida para começar o dia ou um jogo de tênis com um amigo, a dica é simples: fique ativo e permaneça ativo.
Benefícios da atividade física para a saúde
Os benefícios à saúde trazidos pelos exercícios são infindáveis; seguem abaixo três deles para motivá-lo(a):
Leia mais: Benefícios da atividade física para a saúde.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Os benefícios dos alimentos orgânicos

Os alimentos considerados orgânicos, biológicos ou ecológicos são aqueles provenientes do cultivo, criação e / ou processamento usando métodos totalmente naturais.
Quando se trata de produtos agrícolas, em nenhuma fase da sua produção podem intervir qualquer tipo de agrotóxicos.
Por outro lado, se proíbe expressamente o uso de plantas ou sementes transgênicas (sementes geneticamente modificadas para melhorar a produção).
Para cultivá-los se utilizam sistemas de fertilização com o uso de compostagens que retornam ao solo os nutrientes que possam ter se perdido anteriormente.
Também é frequente o uso de terraços para evitar a erosão, assim como a rotação de culturas para a preservação do solo.
Para o controle de pragas se utilizam sistemas e produtos naturais (nunca sintéticos ou químicos), que neutralizam e combatem os organismos que possam prejudicar ou diminuir a produção.
O objetivo principal do sistema orgânico é a obtenção de alimentos sem aditivos químicos ou compostos sintéticos.
Leia mais: Os benefícios dos alimentos orgânicos.

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Como controlar o stress

Vivemos num mundo acelerado. Desde os congestionamentos de trânsito até os vencimentos das contas a pagar, tem muitos fatores que podem nos gerar algum nível de stress.
Na realidade se trata de uma reação normal e saudável perante uma mudança ou desafio.
No entanto, quando se perpetua por muito tempo pode prejudicar a nossa saúde.
Já que evitar o stress é praticamente impossível, é importante que saibamos como controlá-lo, para que possamos reagir da maneira mais saudável e produtiva possível.
Aprenda a reconhecer o stress
O primeiro passo na gestão do stress é reconhecer a sua presença. Todos nós o experimentamos de formas diferentes.
Enquanto uma pessoa pode ficar com raiva ou se irritar, outra quem sabe sofra de enxaqueca ou até dor de estômago.
Quais são os seus sinais de stress?
Depois de você conhecer este ponto, deverá identificar as situações que lhe causam stress.
Estas situações são conhecidas como estressores e podem ser a sua família, o seu trabalho, suas relações, o dinheiro ou inclusive problemas de saúde.
Uma vez identificada a origem, poderá conceber maneiras de lidar com os seus estressores, ou seja, finalmente estará pronto(a) para começar o gerenciamento do stress.
Leia mais: Como controlar o stress.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Os benefícios das algas marinhas

As algas marinhas nos fornecem micronutrientes, estimulam o metabolismo, desintoxicam o organismo e ajudam a emagrecer, entre muitos outros benefícios que nos proporcionam.
Neste post lhe explicamos as suas propriedades e benefícios, como prepará-las e em que tipo de pratos é possível adicioná-las.
Existem vários estudos que mostram que, em regiões onde se consomem mais, as pessoas vivem mais tempo e de forma mais saudável.
E não é de se admirar, considerando que o valor nutricional das algas pode ser até vinte vezes maior do que a de qualquer outro vegetal.
As propriedades nutricionais das algas marinhas
Todos os grandes benefícios que oferecem as algas marinhas provêm das suas propriedades nutricionais.
Um detalhe importante a notar é que as algas não absorvem tanta poluição como os peixes, já que não conseguem se desenvolver em áreas altamente contaminadas.
Por conseguinte, é uma fonte muito limpa e orgânica de nutrientes essenciais.
Veja a seguir alguns deles:
- Minerais essenciais
Todas as espécies de algas são extremamente ricas em ferro e cálcio (na verdade as algas estão entre os elementos vegetais mais ricos nestes nutrientes).
Leia mais: Os benefícios das algas marinhas.

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

A dieta completa

Como podemos ter uma dieta completa considerando as carências da nossa alimentação moderna?


Antes de dar a resposta a esta questão, precisamos esclarecer que o termo “dieta” não se refere exclusivamente a um cardápio com restrição de calorias de um programa qualquer para emagrecer.








Popularmente, o termo tem sido erroneamente associado com a prática de restringir a ingestão de alimentos por uma certa quantidade de dias para perder ou manter um determinado peso corporal. Nada mais errado.


Uma dieta é o conjunto de alimentos que são fornecidos ao organismo em um período de 24 horas, independentemente de haver coberto ou não as necessidades básicas de manutenção do mesmo.


A dieta completaEm definitiva, trata-se do total de nutrientes que são absorvidos a partir da ingestão habitual de alimentos.


Já uma dieta equilibrada é aquela composta de alimentos que fornecem uma quantidade adequada de todos e cada um dos nutrientes que precisamos para termos uma ótima saúde.


No geral, deve ser variada, colorida e contar principalmente com produtos frescos e sazonais.


Alimentos x Suplementos


Já faz certo tempo que existe uma relação controversa entre alimentos e suplementos.


Por um lado, os produtores de alimentos alegam que seus produtos fornecem todos os nutrientes necessários nas porções diárias dos grupos de alimentos básicos.


No entanto, conforme a ciência nutricional vai avançando, fica claro que a oferta de alimentos modernos, da maneira como os consumimos hoje, não nos proporciona uma dieta ideal.


As recomendações das dietas são feitas tentando fornecer uma abordagem integrada da nutrição através dos alimentos.


Por outro lado, os suplementos alimentares são, algumas vezes, recomendados sem levar em conta a natureza da dieta. Ou seja, em alguns casos se parte do pressuposto que eles oferecem benefícios com qualquer tipo de dieta.


Mas os dados de estudos científicos não corroboram com essa visão…


Muitos desequilíbrios nutricionais permanecem em silêncio por muitos anos e só se tornam evidentes quando seu papel nas doenças crônicas é descoberto.








A ingestão ideal de nutrientes, vitaminas, minerais e fitonutrientes antioxidantes só pode vir de uma combinação de dieta normal e suplementos.


Enquanto o conselho habitual é tentar obter, em primeiro lugar, seus nutrientes a partir dos alimentos, na prática isto significa simplesmente que você deve tentar ter uma dieta saudável.


Os desafios nutricionais da nossa alimentação


A capacidade da maioria dos consumidores para controlar sua ingestão de nutrientes importantes como vitaminas, minerais e fitonutrientes a partir dos alimentos é muito pequena.


Isto acontece por vários motivos e no geral se refere aos desafios da alimentação moderna.


Em primeiro lugar, é de público conhecimento que a produção atual de alimentos em massa tem reduzido as propriedades nutricionais dos mesmos.


Com relação aos alimentos ‘naturais’, a quantidade de defensivos agrícolas e agrotóxicos utilizados na sua produção está prejudicando a sua qualidade.


Além demais, devido à produção em grande escala, o solo está ficando cada vez mais empobrecido de nutrientes e não se lhe oferece o tempo necessário para a sua recuperação entre uma safra e a seguinte.


O monocultivo também pode ser considerado um dos grandes responsáveis por este empobrecimento do solo.


Isso sem falar de que, devido às grandes distâncias que estes alimentos devem enfrentar para chegar até o consumidor, a colheita deve ser efetuada muito antes do tempo.


Posteriormente são amadurecidos de forma artificial ou simplesmente são vendidos verdes ao consumidor final.


Isto significa que o seu poder nutricional se ve altamente prejudicado, já que não dispõem do tempo necessário para captar do solo os nutrientes que normalmente receberiam até amadurecerem no seu próprio pé.


Já no caso dos alimentos processados, a quantidade de quimicos utilizados na sua produção e o processo de refinamento a que muitos deles são submetidos, retirando os melhores nutrientes que contêm para apenas melhorar o sabor, os transforma práticamente em alimentos “vazios”, com um alto conteúdo de calorias e baixíssimo poder nutricional.


Como de ser uma dieta completa


Uma abordagem integrada para a nutrição irá inserí-lo nos conteúdos básicos de uma dieta completa levando em conta alimentos e suplementos.


Uma dieta para ser considerada completa deve incluir:


– proteína adequada de alta qualidade;


– gorduras e óleos saudáveis;


– carboidratos provenientes de frutas e legumes, que trazem fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes.


Os suplementos desempenham um papel importante, reforçando o que está faltando na dieta, pois proporcionam o aumento da quantidade de nutrientes com benefícios à saúde que seria impossível obter através dos alimentos atualmente disponíveis.


Além demais, ajudam a desenvolver um comportamento saudável, que reforça uma dieta equilibrada e uma vida ativa.


Uma abordagem integrada da nutrição não significa separar os alimentos para encontrar o ingrediente ativo. Significa sim reunir os muitos nutrientes diferentes que interagem em nossos corpos para proporcionar benefícios à nossa saúde.







Bem, isso foi tudo por hoje, esperamos que estas informações sobre a dieta completa lhe sejam de bastante utilidade.




A dieta completa

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Remédios para sinusite

Hoje compartilhamos com você alguns bons remédios para sinusite, uma inflamação produzida nos seios paranasais, cavidades localizadas entre os ossos da testa, bochechas, nariz e olhos.
Quando se tem uma alergia ou um resfriado, normalmente o muco é expelido dos seios paranasais. No entanto, se por algum motivo o mesmo não sair, a mucosa que recobre os seios se inflama causando uma infecção, que pode ser provocada por bactérias, vírus ou também fungos.
Deve notar-se que a poluição e os ambientes muito secos são fatores que podem agravar o quadro.
De acordo com à sua duração, podemos distinguir dois tipos de sinusite:
- Sinusite aguda: geralmente é causada por bactérias e vírus e os sintomas desaparecem em menos de 12 semanas.
- Sinusite crônica: neste caso, a causa é geralmente um fungo ou bactéria e os sintomas duram mais de 12 semanas.
Sintomas da sinusite
Estes são os principais sintomas provocados pela sinusite:
- tosse, que costuma piorar à noite
- sensação de mal-estar geral
- congestão nasal
- secreção nasal
- gotejamento pós-nasal
Leia mais: Remédios para sinusite.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Os alimentos que contêm cálcio

Hoje trataremos sobre quais são os alimentos que contêm cálcio, além do leite e seus derivados.


Este incrível mineral não só é bom para manter os ossos e dentes saudáveis e fortes, mas também ajuda a que os músculos se movimentem e os nervos possam transmitir as mensagens do cérebro às diferentes partes do corpo.








Além demais, ajuda o corpo a manter os vasos sanguíneos saudáveis, a regular a pressão arterial e inclusive a prevenir a resistência à insulina (que poderia levar à diabetes tipo 2).


Os adultos devem consumir aproximadamente 1000 mg de cálcio ao dia, mas, lamentavelmente, a maior parte da população não consome o suficiente.


alimentos que contem calcioUm dado curioso é que a vaca não consome leite de nenhum outro animal para obter o cálcio do seu próprio leite.


A vaca come pasto, um vegetal de folhas verde escuras. Por aqui já podemos começar a imaginar quais são os alimentos mais ricos em cálcio…


Outro dado curioso é que somos a única espécie que consome leite de uma outra espécie e ainda por cima depois de ocorrido o desmame.


Se observarmos o reino animal, poderemos perceber que os outros mamíferos só tomam leite enquanto são muito novos.


Uma vez desmamados, nunca mais tomam leite.


Quais são os alimentos que contêm cálcio?


A grande maioria das pessoas acredita que é necessário consumir leite de vaca ou alguns dos seus derivados para obter as quantidades suficientes de cálcio que o nosso organismo necessita.


Ainda por cima, alguns profissionais de saúde recomendam aos seus pacientes consumir leite de vaca para repor a quantidade deste mineral necessária para os nossos ossos, como se esta fosse a única fonte existente na natureza…


Eu não posso tomar leite de vaca, vou adoecer por falta de cálcio?


É importante neste ponto que salientemos o seguinte: é cada vez maior o número de pessoas com intolerância à lactose.


Estas pessoas não podem sob nenhuma circunstância consumir leite ou seus derivados, sob pena de sofrer sérios distúrbios digestivos.








Felizmente, para os que não podem consumir ou simplesmente não gostam do leite, isto não passa de mais um mito, pois existem excelentes fontes de cálcio de origem vegetal.


Entre elas, podemos encontrar alguns vegetais folhosos de cor verde escura, legumes, frutas, sementes, leite de soja e algas.


Entre os vegetais folhosos de cor verde escura, couve, repolho, brócolis, agrião e salsa são boas escolhas.


Outros vegetais que contêm cálcio são: quiabo, ervilhas, feijões, grão de bico, laranja, figo e passas, assim como algumas sementes, como as nozes, amêndoas e tahini (sementes de gergelim moído).


O leite de soja e alguns dos seus derivados, como o tofu, também possuem cálcio, sendo que muitas vezes ainda são enriquecidos com este mineral.


Por outro lado, tem alguns alimentos processados, como sucos de frutas e cereais, que são enriquecidos com cálcio.


Como se tudo isto fosse pouco, as águas minerais geralmente também têm uma boa concentração de cálcio.


Como podemos ver, se fizermos boas escolhas, não dependeremos dos laticínios como fonte exclusiva na nossa dieta deste mineral tão importante para a nossa saúde.


A importância da vitamina D


Finalmente, cabe destacar que comer alimentos ricos em cálcio não é a única consideração em relação à manutenção dos níveis deste mineral adequados ao nosso organismo.


A vitamina D é absolutamente necessária para a correta absorção do cálcio.


Sem ela, o cálcio ingerido seria eliminado e não chegaria às nossas células.


Uma boa fonte desta vitamina é a ação da luz solar sobre nossa pele, entretanto, é aconselhável que façamos uma reposição dela por meio de bons suplementos nutricionais.







Esperamos que tenha achado úteis estas informações sobre os alimentos que contêm cálcio.




Os alimentos que contêm cálcio

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Tem soluções eficazes para a presbiopia ou vista cansada?

Não tem como evitar, mais cedo ou mais tarde acontece com todo mundo. Portanto, não pense que aconteceu só com você quando começar a perceber que sua visão não é a mesma de antes.
Assim, você poderá estar enfrentando um fenômeno conhecido como presbiopia, que geralmente se manifesta entre os 40 e 45 anos de idade, para avançar inexoravelmente ao longo dos anos.
O que é presbiopia?
Trata-se de um problema natural próprio do envelhecimento do cristalino. Portanto, nada pode impedir a sua ocorrência. "Mas por que acontece isso?", você pode estar se perguntando.
Simplesmente porque nosso cristalino, que é a lente natural com a qual focamos as imagens, começa a sentir a passagem do tempo e perde a sua flexibilidade, de modo que piora a sua capacidade de focar objetos próximos.
É como se o “zoom” da nossa câmera ocular começasse a funcionar cada vez pior.
As alterações na curvatura da lente, no crescimento continuo e na perda de força dos músculos ciliares (músculos que relaxam e esticam a zônula, ligamento suspensor do cristalino) também foram identificadas como sendo causas da presbiopia.
Leia mais: Tem soluções eficazes para a presbiopia ou vista cansada?.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

A importância dos sais minerais e as vitaminas

É fundamental conhecer a verdadeira importância dos sais minerais e as vitaminas.


Estes nutrientes desempenham um papel essencial no metabolismo e são necessários para o crescimento e bom funcionamento de todas as células do corpo humano.








Como não são produzidos pelo próprio organismo, devem estar presentes na nossa alimentação diária para evitar deficiências.


Os micronutrientes participam de forma decisiva em uma grande variedade de processos biológicos, de forma que a ação e função de cada um deles são específicas para a nossa saúde.


sais minerais e vitaminasApenas para citar alguns exemplos:


– o cálcio é vital para a saúde dos ossos;


– o ferro ajuda a prevenir anemia;


– as vitaminas A, C e E são poderosos antioxidantes que protegem as células contra a ação danosa dos radicais livres.


Conheça a importância dos sais minerais e as vitaminas


Uma pessoa para ser saudável deve aderir a uma alimentação variada e colorida.


Os últimos estudos comprovam que as vitaminas e os minerais dos alimentos são suficientes para fornecer todos esses micronutrientes que o nosso corpo necessita.


No entanto, isto só acontece quando os alimentos são de boa qualidade e se ingerem nas quantidades diárias recomendadas.


As principais fontes de vitaminas e minerais são as frutas, verduras, legumes, o leite e as carnes.


Isto significa que tomar um bom café-da-manhã, almoçar e jantar corretamente, além de fazer lanches saudáveis nos intervalos entre as principais refeições, normalmente seriam algumas maneiras inteligentes de consumir todos os micronutrientes necessários.


No entanto, devido à rotina agitada que vivemos, infelizmente muitas vezes não temos o tempo necessário ou a disponibilidade para mantermos uma alimentação saudável e equilibrada.








A suplementação de micronutrientes é recomendada?


É por tudo isso que muitos especialistas em nutrição recomendam o uso de suplementos de vitaminas e minerais em conjunto com a boa alimentação e a prática regular de atividade física.


Quando usados como recomendado nos rótulos, esses suplementos asseguram que o organismo irá receber as quantidades necessárias dos nutrientes para uma rotina cheia de saúde e disposição.


Outra boa notícia é que as vitaminas e os minerais podem colaborar com a boa saúde e bem estar tanto se são ingeridas como quando são aplicadas na pele.


Ou seja, a saúde e a beleza da pele também podem ser maximizadas adotando cuidados com a exposição ao sol, o uso de filtro solar e com a ação de cremes contendo vitaminas A, C e E.


Para finalizar, nunca é demais reforçar que, assim como a carência de vitaminas e minerais causa doenças, o seu excesso também pode oferecer certos riscos para a saúde.


Por esse motivo, o uso dos suplementos não deve ser abusivo e sempre devem ser seguidas as orientações dos fabricantes, que constam nos rótulos dos produtos.


Faça uso desses nutrientes sempre ao seu favor e obtenha uma boa saúde por dentro e por fora.







Esperamos que tenha gostado deste post sobre a importância que tem os sais minerais e vitaminas para a nossa saúde.




A importância dos sais minerais e as vitaminas

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

A importância do formato do corpo para emagrecer

Qual é o formato do seu corpo? Você pode ver a sua aparência quando se olha no espelho, mas talvez esteja muito ocupado(a) tentando esconder áreas fora de forma para que possa enxergar-se do jeito verdadeiro que você é.


Mas, você sabe qual a importância que isto tem para poder entrar em forma?








Quanta gordura você está carregando, comparada com a quantidade de músculos?


Onde você tem tendência a ganhar peso: na parte superior do corpo, na parte inferior ou na parte central?


Você precisa saber as respostas para estas perguntas para poder fazer seu plano pessoal de redução de peso e não voltar a recuperá-lo nunca mais. 


formato do corpoEm outras palavras: entender seu corpo é o primeiro passo para alcançar a sua melhor forma física.


Conheça a importância do formato do corpo feminino e masculino


Como menciona o Dr. David Heber, PhD: “Na qualidade de alguém que leciona sobre obesidade, tanto para médicos quanto ao público leigo, eu acredito que a perda de peso tem sido super enfatizada e a forma física sub-enfatizada”.


Muito provavelmente você já ouviu falar sobre o Índice de Massa Corporal (IMC), que é uma medida proporcional entre o peso e a altura de uma pessoa.


Em regras gerais, se o seu IMC for maior que 25, você está com sobrepeso e se for maior que 30, você é considerado(a) obeso.


Esta proporção, até hoje tem sido uma maneira poderosa para os cientistas documentarem a obesidade epidêmica e seus efeitos na saúde e nas doenças.


Entretanto, considerando você como indivíduo, ela pode ser enganosa.


Veja a seguir dois exemplos claros:


– um atleta ou esportista pode ser considerado com sobrepeso na escala do IMC, mas se o seu peso extra for devido aos músculos, ele não será gordo;


– uma pessoa com um IMC normal poderia ter um pouco de excesso de gordura abdominal e a sua aparência não seria exatamente a de uma pessoa magra








Essa aparente controvérsia acontece porque a massa magra é muito mais pesada do que a gordura.


Assim, a aparência e o formato corporal são realmente muito importantes.


As formas corporais


As formas físicas são pessoais e vão além das aparências mais comuns de “maçã” e “pêra”.


Imagine uma linha horizontal logo acima do quadril separando o seu corpo em duas partes: superior e inferior.


As mulheres podem ter três formas corporais básicas: gordura corporal superior, gordura corporal inferior ou ambas.


Os homens, no entanto, geralmente têm somente gordura corporal superior, salvo algumas excessões.


A parte superior do nosso corpo costuma armazenar gordura em tempos de estresse. Algumas pessoas podem perder e ganhar peso rapidamente nessa região.


A gordura corporal inferior nas mulheres responde pelos hormônios femininos (o estrogênio e a progesterona). Este tipo de gordura representa uma reserva para uma eventual gravidez e amamentação do bebê recém-nascido.


As mulheres que têm uma combinação de ambas gorduras corporais – superior e inferior -, ao começar um programa de redução de peso perderão primeiro a gordura superior do corpo.


As mulheres com mais gordura corporal superior normalmente tendem a ter mais músculo do que as mulheres com gordura inferior. Por esse motivo, necessitarão mais proteína para emagrecer e se manterem saudáveis.


Na realidade, lhe será mais difícil emagrecer se você tem mais gordura corporal inferior do que superior.


Por outro lado, os benefícios médicos de perder sua gordura corporal superior são muito maiores.


A redução da gordura em volta do pescoço, rosto, peito e cintura, geralmente acompanha a perda de gordura no interior do corpo também. Ou seja, a gordura interna ao redor dos seus órgãos vitais.


Isto significa que, à medida que você vai adquirindo uma melhor aparência, também estará melhorando a sua saúde de forma muito significativa.


É possível mudar todos os tipos de corpo?


Na realidade, temos mais duas “formas corporais” a considerar: a forma que você pode mudar e a forma que você não tem como mudar.


Por isso, é importante que você entenda a diferença e que se concentre em trabalhar apenas a forma que você pode mudar.


Enquanto isso, você pode ajustar seu guarda-roupa e as suas atitudes em função daquela forma que não tem como mudar.


Permita-nos que lhe expliquemos isto de uma outra forma…


Devido ao seu metabolismo baixo, muitas mulheres que têm gordura na parte inferior do seu corpo não conseguem emagrecer simplesmente cortando calorias ou fazendo horas de academia. 


Acontece que geralmente as células de gordura corporal da parte inferior são resistentes tanto ao exercício quanto à dieta.


Nesse sentido, somente um programa personalizado, orientado por um profissional médico especializado ou um nutricionista, poderá lhe ajudar a garantir que você tenha proteína suficiente para controlar os surtos de fome e construir ou manter a massa magra.


De outra maneira, existe uma grande probabilidade de você perder boa parte da sua massa muscular e manter a sua gordura corporal intacta.







Bem, isso foi tudo por hoje, esperamos que tenha achado úteis estas informações sobre a importância do formato do corpo feminino.




A importância do formato do corpo para emagrecer

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Quais os benefícios da chia para a saúde

Se há algum alimento que poderiamos considerar como quase perfeito são as sementes de chia.
Estas sementes com sabor a nozes contêm uma grande quantidade de nutrientes, ajudam a emagrecer, controlam a vontade de beliscar e proporcionam qualidade de vida e bem estar, entre muitos outros benefícios.
Hoje lhe contaremos sobre os principais benefícios da chía para a saúde. Mas antes, queremos destacar a grande versatilidade destas sementes na hora de cozinhar.
Acontece que o seu delicioso sabor as transforma em um complemento perfeito para muitos pratos conhecidos.
Podem ser utilizadas junto com as sopas, cereais, nas saladas, no iogurte... Você pode inclusive preparar as suas receitas de sempre, como as carnes empanadas, risotos, pão caseiro e até bolos, só acrescentando estas deliciosas sementes.
Ou seja, podem ser combinadas com quase todos os alimentos que você gosta.
Conheça as principais propriedades da chia
"Chia" é uma palavra de origem maia que significa força.
As sementes da planta eram utilizadas por essa cultura como um alimento básico superpoderoso.
Hoje sabemos que os maias tinham razão, pois estão repletas de vitaminas, proteínas, minerais e ácidos graxos, que nos proporcionam numerosos benefícios.
Leia mais: Quais os benefícios da chia para a saúde.

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Quais os benefícios do hibisco

Nesta entrada, trataremos sobre quais os benefícios do hibisco para a saúde.


O hibiscus, conhecido popularmente como hibisco, é um arbusto bastante ramificado na base, talos arroxeados, robustos e flores grandes.








Existem umas 150 espécies reconhecidas pela ciência, contudo, existem muito mais que já foram descritas no mundo todo.


Uma das espécies mais conhecidas no Brasil é o Hibiscus rosa-sinensis, também conhecido popularmente como Mimo-de-vênus, Graxa-de-estudante ou Hibisco-da-china, que é o que se utiliza normalmente nos jardins.


quais os benefícios do hibiscoMas cuidado: esta espécie não é própria para o consumo humano.


Então, devemos ser muito cuidadosos na hora de escolher a planta para preparar o chá.


O chá de hibisco é preparado com o cálice do botão seco da flor da espécie Hibiscus Sabdariffa (veja a foto) diferente daquela encontrada normalmente nos jardins.


Entre os seus componentes ativos podemos destacar: mucilagem, antocianinas (hibiscina, cianidina e delfinina), pigmentos flavônicos, os ácidos tartárico, málico cítrico e hibístico, além de fitosteróis (sitosterol, campestrol, ergosterol e estigmasterol).


Quais os benefícios do hibisco?


O chá de hibisco possui propriedades medicinais.


Alguns estudos sugerem que ajuda a normalizar a pressão arterial e a reduzir a produção do colesterol ruim (LDL). Também reduz a taxa de lipídeos totais no sangue.


Além demais, serve como laxante e funciona como um excelente diurético.


O chá de hibisco é muito utilizado na medicina popular por ser afrodisíaco e principalmente porque auxilia nas dietas de emagrecimento.


Já foi demonstrado que promove o aceleramento do metabolismo, auxiliando na queima de gordura corporal.


Por outro lado, a bebida é muito rica em flavonoides, uma poderosa substância antioxidante que combate os radicais livres, protegendo o coração de doenças e a pele do envelhecimento precoce.








Os flavonoides lhe conferem propriedades espasmolíticas (intestinais), coleréticas, hipotensoras e diuréticas.


A mucilagem o faz demulcente e útil em constipações e irritações das vias respiratórias.


As antocianinas tem efeito vasodilatador.


Em resumo, estes são os principais benefícios e propriedades do chá Hibiscus Sabdariffa:


Age como antioxidante;


Reduz as taxas de lipídeos e glicose no sangue;


Ajuda a combater a hipertensão e é diurético;


Ajuda nas constipações intestinais;


Retarda o envelhecimento da pele;


Diminui a formação do colesterol ruim (LDL);


Ajuda a emagrecer.


Como você acabou de ver, se trata de uma planta com ótimas propriedades não tão divulgadas e conhecidas.


Precauções


1- O chá de hibisco deve ser consumido com moderação, o recomendado é de 3 a 4 xícaras ao dia.


Como tem efeito diurético, seu consumo excessivo poderia fazer com que a pessoa eliminasse alguns sais minerais muito importantes para o organismo, como potássio, cálcio e magnésio. 


2- Este chá não deve ser usado por gestantes, lactantes e mulheres que estejam querendo engravidar. Em alguns casos pode interferir nos níveis dos hormônios femininos, reduzindo a fertilidade.


3- Além demais, como ajuda a reduzir a pressão arterial, não é indicado para pessoas que sofram de hipotensão (pressão baixa).







Bem, isso é tudo por hoje, esperamos que tenha gostado deste post sobre quais os benefícios do hibisco para a saúde.




Quais os benefícios do hibisco

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Alimentos que dão energia e disposição

Você está cansado(a) e com vontade de ir para casa o mais rápido possível mas ainda faltam várias horas para terminar o seu dia de trabalho?


Esqueça as bebidas energéticas, pois normalmente são cheias de açúcar e cafeína. Depois que passa o seu rápido efeito, o cansaço e a indisposição podem voltar em dobro.








Em vez disso, invista em certos alimentos que dão energia e disposição para que possa enfrentar o seu dia da melhor forma possível.


Conheça os alimentos que dão energia e disposição


Alimentos que dão energia e disposiçãoVeja a continuação quais são estes alimentos que dão mais disposição e inclua-os na sua dieta diária.


Os cereais integrais, a carne de peru, o guaraná e o café merecem destaque entre os alimentos que garantem energia física e mental.


Os cereais integrais, grupo de alimentos composto por grãos como o arroz, o trigo, o milho, o centeio e a aveia, contêm carboidratos e fibras.


Esta dupla garante níveis estáveis de açúcar no sangue, evitando sintomas de fraqueza e picos de fome.


Quando consumidos nas porções adequadas, estes alimentos tendem a ser absorvidos pelo organismo de forma gradual, proporcionando energia e disposição durante muito mais tempo.


Por exemplo: pães (duas fatias), grãos (1/2 xícara), barra de cereal (uma unidade) e biscoitos (três unidades).


Além demais, quando o carboidrato está disponível no sangue de forma constante, ele mantém estável o neurotransmissor do bem estar: a serotonina.


Isso nos deixa mais felizes, pois colabora com o controle do estresse e da ansiedade e com a manutenção do bom humor.


Mas é preciso escolher bem o tipo de carboidrato que você vai ingerir.


Comer muito pão branco ou outros alimentos refinados em excesso pode gerar o efeito contrário: um estado de euforia que passará muito rápido.


Isto ocorre pela alta ingestão de açúcar de uma vez só, seguido por uma grande queda de energia devida ao grande esforço que o organismo deverá fazer para metabolizar toda essa glicose.








Entre as frutas que dão energia, podemos mencionar especialmente a banana, a manga e a pera, que são boas fontes de carboidratos.


Alimentos que dão mais disposição mental


Já os alimentos que estimulam a atividade cerebral trabalham por outros mecanismos.


Eles atuam no sistema nervoso central mantendo-o em estado de alerta.


A cafeína, composto químico presente no café, no guaraná e em alguns tipos de chá (como o chá verde), é um dos principais elementos para este estímulo.


No entanto, se for consumida em excesso, pode prejudicar o sono, então cuidado com o café à noite.


Os alimentos ricos em proteínas, ao serem digeridos liberam aminoácidos que também contribuem de forma diferente para dar energia ao corpo e deixá-lo em alerta.


A tirosina, um aminoácido presente no frango, peru, peixe, amêndoas e amendoim, deixa nosso organismo mais ativo e melhora o humor, entre outros benefícios.


Entretanto, o triptofano, um aminoácido proporcionado pelos peixes, peru, nozes, castanhas, aveia, linhaça e chocolate amargo, auxilia na produção de serotonina, um neurotransmissor que contribui para um bom sono, essencial para ter mais disposição no dia seguinte.


Para conseguir energia física e mental de maneira constante, invista em uma dieta saudável e em boas horas de sono e lazer.


Lembre-se que um corpo bem disposto não é reflexo somente do bem estar físico, mas também mental e espiritual.







Esperamos que estas informações sobre os alimentos que dão energia e disposição lhe sejam de bastante utilidade.




Alimentos que dão energia e disposição

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Um bom remédio para pedra nos rins

Os cálculos renais são pedras que se formam no interior dos rins a partir da cristalização de sais minerais e outras substâncias orgânicas e quimicas presentes na urina.
Estas pedras, formadas por cálcio em mais de 80% dos casos, ácido úrico, estruvita, cistina, xantina, etc., vão crescendo aos poucos pela acumulação dos seus componentes.
O seu tamanho é muito variável, mas em alguns casos mais graves podem até obstruir o fluxo de urina e sua remoção deve ser feita de forma imediata.
No entanto, a maior parte dos casos são menos graves, que é quando as pedras estão recém se formando e este é o momento ideal de livrar-se delas antes que gerem maiores danos.
Algumas permanecem no interior do rim, outras viajam através dos ureteres (os dutos longos e finos que transportam a urina dos rins para a bexiga), até que são expelidas espontaneamente através da urina (em quase 70% casos).
A ingestão insuficiente de líquidos (abaixo de 1,5 a 2 litros por dia), algumas profissões ou climas propensos à desidratação e as dietas ricas em proteína animal são alguns dos fatores que favorecem o aparecimento de pedras nos rins.
Leia mais: Um bom remédio para pedra nos rins.

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Receita natural para tratamento da diarreia

Chama-se diarreia a condição do aumento da frequência das evacuações (mais de três vezes ao dia), acompanhada por uma diminuição significativa na consistência das fezes.


Dependendo da pessoa e da origem, esta patologia pode ser leve e desaparecer dentro de poucos dias, mas nos casos mais graves pode durar mais tempo.








Além demais, em certos casos, as fezes podem conter sangue, muco, pus e alimentos não digeridos.


Em alguns grupos de risco, como as crianças e os idosos, é recomendável vigiar o paciente, pois a diarreia pode levar a outras doenças graves se não for devidamente tratada.


Tratamento da diarreiaTipos de diarreia de acordo à sua duração


Conforme a sua duração, a doença pode ser classificada em aguda, persistente ou crônica:


Aguda: dura até 2 semanas;


Persistente: dura de 2 a 3 semanas;


Crônica: dura acima de 3 semanas.


Esta classificação é importante porque o tratamento de cada um destes três tipos é diferente.


Causas da diarreia


A diarreia pode ser ocasionada por vários fatores:


Infecções por vírus, bactérias ou parasitas


As pessoas que seguem um padrão de higiene mínimo e não se alimentam em lugares públicos têm a tendência de adquirir somente a forma viral da doença.


A mais comum é a gastroenterite viral, muito frequente nas crianças.


Outras situações bastante frequentes que podem promover a doença são a ingestão de alimentos em mal estado de conservação ou água contendo certos tipos de bactérias ou parasitas que causam intoxicação alimentar.


– Certos medicamentos orais


O consumo de alguns medicamentos, incluindo antibióticos, quimioterápicos ou laxantes contendo magnésio, podem causar diarreia como efeitos secundários.








– Algumas doenças


A diarreia pode estar ligada a certas patologias, tais como as doenças inflamatórias do intestino, principalmente a colite ulcerativa e a doença de Crohn.


No entanto, a insuficiência do pâncreas e a síndrome do intestino irritável também são causas frequentes.


Por último, certos fatores emocionais, como a ansiedade e as situações de estresse, também podem provocar diarreia.


O tratamento da diarreia


O tratamento depende do diagnóstico e da gravidade da doença.


Se for leve, normalmente pode ser tratada na própria casa do paciente. Pode ser suficiente com cuidar a alimentação e administrar abundantes líquidos (ou soro caseiro) para prevenir a desidratação.


Mas se a diarreia for severa e já estiver acompanhada de desidratação, será necessário tratar o paciente no hospital para administrar fluidos (soro fisiológico) por via intravenosa.


As diarreias não infecciosas, geralmente não requerem tratamentos específicos, a não ser que sejam causadas por alguma doença em particular, como as que mencionamos anteriormente.


Como regra geral, não é aconselhável usar medicamentos antidiarréicos sem indicação médica, pois podem complicar ainda mais a evolução da doença.


Receita natural para tratamento da diarreia não infecciosa


O chá de folha de goiabeira, além de ser útil para combater os sintomas da diarreia não infecciosa, também pode ser utilizado em uso tópico na pele e mucosas lesadas, atuando como antisséptico.


Ingredientes:


– 1 colher de folhas novas de goiabeira


– 1 xícara de água.


Modo de preparo:


Prepare uma infusão com as folhas da goiabeira.


Ferva a água e, após desligar o fogo, acrescente as folhas.


Deixe tampado por alguns minutos.


Modo de uso:


Beba um cálice (30 ml) após a evacuação no máximo dez vezes ao dia.


Precauções:


– Não utilize o chá continuamente por muitos dias.


– Este chá é só para uso adulto.


– Se os sintomas não passarem em poucos dias, procure um médico, pois pode tratar-se de diarreia infecciosa e você deverá fazer um tratamento convencional.








Esperamos que tenha gostado destas informações e que a receita caseira que lhe proporcionamos para o tratamento da diarreia não infecciosa lhe seja de bastante utilidade.




Receita natural para tratamento da diarreia

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

O que é óleo essencial e para que serve?

Os óleos essenciais são misturas de substâncias derivadas de plantas que têm como principais características a sua complexa composição química e o seu caráter fortemente aromático.
Dos milhões de plantas existentes no nosso planeta, são extraídos cerca de 4.000 diferentes óleos essenciais.
Quase todas as plantas contêm estas substâncias, no entanto, algumas delas as apresentam em uma concentração tão baixa que faz com que seja praticamente inviável extraí-las.
As plantas aromáticas são as que concentram a maior quantidade de essências, portanto, constituem a principal matéria prima para a sua produção.
Em alguns casos a planta é usada de forma integral, enquanto em outros apenas se usam as suas folhas, flores, frutos, raízes, sementes, frutas ou até mesmo a casca, no caso de algumas árvores.
O que é óleo essencial e quais são as suas propriedades
Os antigos alquimistas diziam que os óleos essenciais eram a "alma das plantas", porque contêm muitos compostos químicos naturais que podem ser usados como remédios caseiros em diversas situações.
Leia mais: O que é óleo essencial e para que serve?.

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Os benefícios da babosa para a pele

Esta é uma das plantas mais populares da atualidade por ser um remédio natural muito eficaz para vários tipos de problemas.
Hoje compartilhamos com você alguns dos mais importantes benefícios da babosa para a pele.
A Aloe vera, uma poderosa aliada para os cuidados da pele, é uma planta proveniente da África e da Ásia.
Devido aos seus numerosos benefícios, está sendo amplamente utilizado pela industria cosmética como o principal ingrediente de produtos inovadores para a pele.
Na realidade, o tratamento com Aloe vera de diferentes problemas da pele, como o acné por exemplo, é altamente recomendável e eficaz.

Além disso, o gel de babosa também pode ser utilizado como hidratante. Desta maneira, é possível recuperar a frescura da pele que por ventura tenha sido perdida.
Os benefícios da babosa para a pele
A continuação, veremos os principais benefícios do Aloe vera para a nossa pele.
Leia mais: Os benefícios da babosa para a pele.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Remédios para o fígado e a vesícula biliar

Existem três plantas com propriedades incríveis para proteger o fígado e a vesícula biliar: o cardo-mariano, o dente-de-leão e a alcachofra.


Seus benefícios são tantos que podem ser utilizados como verdadeiros remédios para o fígado e a vesícula biliar.








Conheça as principais propriedades destes remédios naturais a continuação.


3 remédios para o fígado e a vesícula biliar


Dente-de-leão


remédios para o fígadoEsta planta herbácea é um excelente alimento e um dos melhores remédios naturais para o fígado e a vesícula biliar.


Apresenta propriedades digestivas, depurativas, diuréticas, tônicas e anti-reumáticas.


Contém flavonoides, iodo, vitamina A (tem mais do que a cenoura), B1, C e D, ácidos graxos, minerais como o potássio e o zinco, princípio amargo (taraxacina), além de proteína, colina, insulina e pectinas (fibras).


O dente-de-leão melhora a produção da bile e o seu fluxo para a vesícula biliar.


Além demais, estimula a função renal, auxilia na prevenção de cálculos biliares e o composto amargo é responsável pela estimulação da digestão e a secreção gástrica, além de ser antioxidante.


Cardo-mariano


O cardo-mariano é também conhecido como cardo santa-maria o cardo-leiteiro.


É uma planta herbácea que contém princípios amargos, lipídios, proteínas, flavonoides, mucilagens, óleo essencial, taninos, albumina e ácidos graxos linoleicos.


Possui propriedades diuréticas, tônicas, digestivas e reguladoras das células hepáticas, além de estimular o fluxo biliar e combater os espasmos.


remedios para o figadoEsta planta é utilizada por via oral há séculos no combate das doenças do fígado e a vesícula biliar.


Contém três das mais potentes substâncias protetoras do fígado que, juntas, são chamadas de silimarina, com maior concentração no fruto do que nas sementes e folhas.


O efeito mais interessante dos seus princípios ativos sobre o fígado é a sua capacidade de estimular a síntese de proteína hepática, aumentando a produção de novas células hepáticas que substituem as danificadas.








O cardo-mariano é indicado nos casos de insuficiência hepática, cirrose hepática, esteatose hepática (degeneração celular ou infiltração gordurosa), hepatite e afecções da vesícula biliar.


Receita de chá com cardo mariano


Ingredientes:


– 1 colher (chá) bem cheia de frutos secos


– ½ litro de água.


Modo de preparo:


Coloque os frutos na água, leve ao fogo e deixe cozinhar por 8 minutos.


Espere amornar e coe.


Tome de duas a três xícaras do chá durante o dia.


Alcachofra


É um alimento muito saboroso benéfico ao fígado e à vesícula biliar.


Também apresenta ação depurativa, diurética, laxativa, hipoglicemiante e normaliza as taxas de ureia e colesterol do sangue.


A alcachofra pode ser empregada para fins medicinais nas formas de decocto, tintura-mãe, vinho medicinal, extrato seco e hidrolato (obtido por destilação).


remedios para o figadoContém os seguintes nutrientes: cinarina, sais minerais, mucilagem, pectina, ácidos orgânicos, compostos flavônicos, cinaropicrina (principal constituinte amargo), enzimas e pró-vitamina A (entre outras vitaminas).


Além de proteger e regenerar as células do fígado, o sabor amargo desta planta contribui para aumentar a secreção gástrica e sua acidez, sendo indicada no combate à má digestão.


Por outro lado, ajuda a transportar a bile para a vesícula biliar, protegendo o fígado, além de diminuir as cólicas provocadas pelos cálculos biliares.


Esperamos que estas informações sobre os três remédios para o fígado e a vesícula biliar que aqui compartilhamos lhe sejam de bastante utilidade.


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar








Salvar




Remédios para o fígado e a vesícula biliar

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

O que é bom para queda de cabelo

É normal perder de 50 a 100 cabelos por dia, pois é uma parte normal do processo de renovação do organismo.No entanto, algumas vezes a perda é tão grande que podem começar a aparecer as terríveis entradas...Há muitas razões pelas quais o cabelo pode cair: a genética, a má alimentação, o tratamento de algumas doenças, o stress, o uso excessivo de tinturas, shampoo, pinças e secadores são só alguns exemplos.Felizmente existem remédios naturais que podem ajudar a evitar a queda.De qualquer maneira, é importante primeiro certificar-se de que a origem não seja uma doença do couro cabeludo, ocasionada por fungos, por exemplo, ou algum outro transtorno, como anemia ou depressão, entre outros.Receitas para evitar a queda de cabeloUse os tratamentos conforme indicamos e tenha paciência.Lembre-se que se trata de remédios caseiros e podem demorar a apresentar resultados.1- Vinagre de sidra de maçã e chá de sálviaO vinagre de sidra de maçã pode ser muito benéfico para o cabelo.Por outro lado, tem estudos que sugerem que a sálvia poderia ajudar a crescer cabelo novo.
Leia mais: O que é bom para queda de cabelo.

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Top 10 Sucos Para Emagrecer

A pedido de alguns leitores, fizemos uma lista com os top 10 sucos para emagrecer que podem ajudar a eliminar alguns quilinhos extras.


Mas se estiver pensando que pode ser um sacrifício enorme tomá-los, não se engane, pois são bem saborosos!








Todos funcionam, mas você deverá seguir as instruções ao pé da letra e não trocar os ingredientes nem as suas quantidades.


Clique nos links ou nas imagens para ver as receitas completas e conhecer as principais propriedades dos ingredientes.


Confira a seguir a lista dos Top 10 Sucos para Emagrecer


Suco para emagrecer #1


Limão com gengibre


Sucos para emagrecer - Limão com gengibre


O suco de limão com gengibre é a combinação ideal para acelerar a perda de peso.
Ainda auxilia na digestão e controla a fome.


Clique aqui para ver a receita


 


 



Suco para emagrecer #2


Tomate com pimenta


sucos para emagrecer - tomate com pimenta


O segredo nessa bebida é que ela aumenta a temperatura do corpo, fazendo a gordura queimar mais rápido.


Clique aqui para ver a receita


 


 


 


Suco para emagrecer #3


Laranja com linhaça


Sucos para emagrecer - laranja com linhaça


A linhaça provoca sensação de saciedade prolongada, diminuindo o apetite e a compulsão por comida de uma maneira saudável e a laranja tem propriedades emagrecedoras.


Clique aqui para ver a receita








 


 


 


Suco para emagrecer #4


Cenoura com limão


Sucos para emagrecer - cenoura com limãoA cenoura tem uma enorme quantidade de fibras que prolongam a sensação de saciedade, aceleram o trânsito intestinal e ajudam a desintoxicar o corpo.


O limão é termogênico, melhora a digestão, diminui a celulite e reduz a fome.


Clique aqui para ver a receita


 


Suco para emagrecer #5


Abacaxi com maçã e gengibre


Sucos para emagrecer - abacaxi


Além de ser uma fruta deliciosa e com baixas calorias, o abacaxi possui fibras que facilitam a digestão e o funcionamento do intestino.


Clique aqui para ver a receita


 


 


 


Suco para emagrecer #6


Berinjela


Suco para emagrecer de berinjela


A berinjela (em Portugal: beringela) pode reduzir a absorção do colesterol e ajuda a emagrecer.


Clique aqui para ver a receita


 


 


 


Suco para emagrecer #7


Abacate com maçã


Sucos para emagrecimento - Abacate com maçã


O suco de abacate com maçã funciona como um inibidor de apetite natural.


Clique aqui para ver a receita


 


 


Suco para emagrecer #8


Maçã com kiwi


Suco para emagrecimento de maçã com kiwi


A maçã é muito rica em pectina, tipo de fibra que forma um gel no estômago, diminuindo e controlando o apetite.


Clique aqui para ver a receita


 


 


 


Suco para emagrecer #9


Melancia com abacaxi


Sucos para emagrecimento - Melancia com abacaxi


Além de emagrecer, a melancia desintoxica o organismo, é diurética e antioxidante.


Clique aqui para ver a receita


 


 


 


Suco para emagrecer #10


Suco Verde


Suco verde para emagrecer


O suco verde ajuda no emagrecimento, além de ser desintoxicante e rejuvenescedor.


Clique aqui para ver a receita


 


 


 


Esperamos que goste destes sucos para emagrecer e que tenha um bom resultado!


Deixe os seus comentários logo abaixo.


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar








Salvar




Top 10 Sucos Para Emagrecer

quinta-feira, 28 de julho de 2016

O que é bom para dor nos rins

Se você acha que pode estar com problemas nos rins, descobrir quais são os sinais mais comuns das doenças renais será o primeiro passo para achar uma solução eficaz.Os rins são dois órgãos em forma de feijão, aproximadamente do tamanho de um punho, que estão localizados perto da linha média das costas, logo abaixo da caixa toráxica.Qual a função dos rinsEstes dois órgãos são os responsáveis pela filtragem do sistema sanguíneo.Dentro de cada um deles existe aproximadamente 1 milhão de estruturas minúsculas chamadas nefrónios ou néfrons, que são as encarregadas de cumprir esta função.Todos os dias, or rins purificam aproximadamente 200 litros de sangue, gerando cerca de 2 litros de urina, composta de resíduos e excesso de água, que flui através de tubos chamados ureteres para a bexiga, onde se armazena até ser eliminada.Os rins, juntamente com o restante do aparelho urinário, controlam e mantêm o equilíbrio da água no corpo, garantindo que os tecidos recebam a quantidade de líquido necessária.
Leia mais: O que é bom para dor nos rins.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

8 remédios naturais para a menopausa

A menopausa não chega de um dia para o outro, no entanto, a maioria das mulheres não está preparada, por isso, às vezes podem relacionar alguns sintomas clássicos com outros problemas.Alterações do humor, sudorese, ondas de calor, insônia e ansiedade estão entre os sintomas mais frequentes que muitas mulheres sofrem quando chegam à menopausa.Quando uma mulher entra neste período da sua vida, seus ovários começam a produzir menos hormônios do que produziam antes; é precisamente à esta mudança hormonal que se devem todos os sintomas.Oficialmente, considera-se que a mulher entra na menopausa quando para de menstruar por 12 meses consecutivos, mas não existe uma idade predefinida na qual possa-se esperar a chegada deste ciclo de vida.Na maior parte das mulheres os sinais costumam aparecer entre os 45 e os 50 anos.No entanto, algumas mulheres sofrem de menopausa precoce, enquanto outras têm menopausa tardia, podendo desfrutar de alguns anos a mais en que os seus hormônios agem como protetores naturais.Conheça 8 remédios naturais para menopausaEste é um momento em que o apoio médico lhe será sempre útil, mas você também pode incluir na sua dieta algumas soluções naturais que vão lhe ajudar a combater muitos dos sintomas.
Leia mais: 8 remédios naturais para a menopausa.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Os benefícios do brócolis, um superalimento

Talvez você goste deste incrível alimento, mas, você sabe quais são realmente os benefícios do brócolis para a saúde?


Pesquisas científicas demonstraram uma ampla gama de propriedades terapêuticas associadas a este vegetal crucífero.








Quase tudo desta planta é aproveitado: suas folhas, flores e pedúnculos florais podem ser consumidos.


O brócolis é um alimento altamente nutritivo: é rico em minerais (cálcio, potássio, ferro, zinco, magnésio, cromo, cobre e fósforo), vitaminas (A, C, B1, B2, B6, K e folato), proteínas, fibras alimentares (5 g por xícara) e fitonutrientes.


os beneficios do brocolisOs benefícios do brócolis, um superalimento!


Este vegetal contém fitoquímicos, como o sulforafano, que têm a capacidade de eliminar as bactérias responsáveis pelas doenças pulmonares.


Desta maneira, previne ou até reduz as infecções que frequentemente afetam os pacientes ou fumantes.


O consumo diário de brócolis evita úlceras e gastrites, pois o sulforafano também elimina a Helicobacter pylori, bactéria responsável por alguns tipos de gastrite, úlcera e até câncer de estômago.


Por outro lado, seu consumo diário também evita doenças do coração.


Além demais, o brócolis tem um alto teor de fibras, o que favorece a digestão e colabora na redução do colesterol LDL (colesterol ruim).


Meia xícara de brócolis tem 50 g de fibra e apenas 50 Kcal.


E agora uma boa notícia para quem tem sensibilidade à lactose: o brócolis é uma ótima fonte de cálcio, magnésio e vitamina K, nutrientes essenciais para a boa saúde dos ossos.


O brócolis no combate ao câncer


Nos últimos 20 anos, a ciência tem pesquisado muito sobre as propriedades do brócolis no combate ao câncer.


Este vegetal é rico em bioflavonoides e outras substâncias que protegem contra vários tipos de tumores, como os de cólon, mama, colo do útero, pulmões, próstata, esôfago, laringe e bexiga.


Segundo os pesquisadores, as pessoas que consomem brócolis com regularidade têm menos chances de desenvolver estes tipos de câncer.








Em alguns estudos foi descoberto que os bioflavonoides e antioxidantes encontrados neste alimento protegem as células contra as mutações e os danos provocados pelas moléculas instáveis que levam à formação do câncer.


Acredita-se que a ajuda destes nutrientes no combate ao câncer aconteça de diferentes maneiras:


1- Aumentando e fortalecendo as enzimas que protegem as células e impedem a ação de hormônios estimuladores da evolução dos tumores, inibindo assim a propagação dos mesmos.


2- Eliminando as células anormais.


3- Ajudando o organismo a limitar a oxidação, o processo com o qual se iniciam muitas doenças crônicas a nível celular.


Como consumir o brócolis


Este superalimento pode ser consumido de várias maneiras: cru em saladas, cozido, grelhado, ou como ingrediente de receitas, como suflês, sopas, tortas, bolos e refogados.


Mas, cuidado: quando cozido em excesso, o brócolis perde grande parte dos seus nutrientes


Por isso, o ideal é cozinhá-lo ao vapor (experimente com um pouco de limão e um toque de queijo ralado) ou numa panela tampada contendo pouca água e durante pouco tempo.


Dessa maneira, manterá todas as suas propriedades benéficas à saúde.


Com caldo de galinha em cubos e alho fica uma delícia!


Adicione brócolis aos pratos de massas juntamente com alguns outros vegetais e você verá como ficam mais apetitosos.


Esperamos que tenha gostado destas informações sobre os benefícios do brócolis.


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar


Salvar








Salvar




Os benefícios do brócolis, um superalimento