quarta-feira, 29 de março de 2017

Os malefícios do cigarro para a mulher

Apesar das repetidas advertências dos médicos, muitas pessoas continuam fumando e fazendo vista grossa para os malefícios do cigarro e os graves danos que pode causar à saúde.
Com todas as restrições que foram aplicadas nos últimos anos para limitar o consumo do cigarro e todas as advertências e esforços feitos para prevenir este flagelo, uma percentagem significativa da população ainda continua fumando.
A razão para isto é muito simples: trata-se de uma droga altamente viciante, relativamente barata e socialmente aceita.
Acrescente a isso o fato de que a desintoxicação não é fácil, porque o hábito normalmente está relacionado com atividades diárias (após as refeições, juntamente com café, durante as reuniões com os amigos, etc).
Conheça os malefícios do cigarro para a mulher
Não vamos detalhar neste artigo as doenças originadas pelo fumo, porque são amplamente conhecidas.
Todos já sabemos que fumar faz mal para a saúde, provocando doenças graves como vários tipos de câncer e cardiopatias.
Mas, para as mulheres, as consequências do seu consumo podem ser devastadoras.
Pelo fato das mulheres serem mais suscetíveis a AVC (Acidente Vascular Cerebral), fumar aumenta ainda mais o risco, principalmente quando se compara mulheres fumantes e não-fumantes na faixa de 40 a 49 anos.
Leia mais: Os malefícios do cigarro para a mulher.