quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Os alimentos ricos em proteína emagrecem

Uma pesquisa realizada por cientistas americanos sugere que os alimentos ricos em proteína ajudam a emagrecer, pois este nutriente suprime o efeito da grelina.
A grelina é conhecida como o hormônio da fome e isto explicaria a redução do peso provocada por dietas ricas neste nutriente.
A grelina é produzida pelo estômago e atua no cérebro dando a sensação de fome quando o estômago está vazio.
Ao ingerir alimentos, a secreção de grelina diminui, acabando com a sensação de fome.
Os pesquisadores analisaram o nível de produção da grelina em participantes saudáveis depois da ingestão de líquidos ricos em três substâncias: carboidratos, proteínas e também gorduras (lipídios).
Os resultados indicaram que a ingestão de líquido a base de proteína teve o maior efeito na supressão da grelina em um período de seis horas.
Em segundo lugar vieram os carboidratos e em último a gordura.
O consumo de alimentos ricos em proteína colabora no emagrecimento
A pesquisa, publicada na revista científica Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, revela ainda que nas três primeiras horas após a ingestão, os carboidratos causaram a maior supressão do hormônio.
Leia mais: Os alimentos ricos em proteína emagrecem.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Qual o melhor protetor solar para seu tipo de pele

Muitas pessoas acreditam que um protetor solar já seria suficiente para dar-lhes toda a proteção que precisam contra a radiação solar, porém, isso é um tanto relativo.
O sol emite diferentes tipos de ondas de radiação de diferentes comprimentos. Cada um destes comprimentos de onda determina os efeitos da radiação para a saúde humana.
Existem 4 tipos principais de radiação solar que atingem a superfície da Terra. Destes, dois podem ser prejudiciais para a nossa saúde:
- Ultravioleta B (UVB) - Luz quase imperceptível, responsável pelas queimaduras do sol, bronzeamento, as manchas escuras e a maioria dos tipos de câncer de pele. Esta radiação é mais intensa em torno do meio-dia, no verão e nos trópicos.
- Ultravioleta A (UVA) - Representa 95% da luz que chega à Terra e é responsável pelo envelhecimento cutâneo, bronzeamento, manchas escuras e alguns tipos de câncer de pele. Em comparação com a radiação UVB varia pouco ao longo do ano, o dia e a região.
É muito importante prestar atenção ao fato de que as nuvens não conseguem bloquear a maior parte das radiações UV, apesar da diminuição da luz e o calor nos dias chuvosos.
Agora que sabemos por que as radiações ultravioleta A e B são as mais prejudiciais para a nossa saúde e quais são os momentos em que estamos mais expostos a cada uma delas, vamos entender um pouco mais sobre os protetores solares oferecidos pela indústria farmacêutica.
Leia mais: Qual o melhor protetor solar para seu tipo de pele.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Os benefícios do leite de soja para a saúde

Hoje em dia, o leite de soja é um dos leites vegetais mais consumidos, especialmente como uma opção adequada no caso de intolerância à lactose.
Isto se deve às suas inúmeras propriedades nutricionais e benefícios, além do seu agradável sabor.
Por outro lado, é um produto que pode ser usado para fazer cremes, molhos, batidos, queijo, iogurte e até sorvete, ou seja, praticamente tudo o que poderia ser feito com o leite de vaca.
No entanto, é preciso destacar que este não é um leite em si, apesar da tendência a ser erroneamente considerado desta forma. O mais apropriado seria considerá-lo como uma bebida de soja.
A soja é a única leguminosa que possui todos os aminoácidos essenciais para o corpo, de modo que é facilmente digerida e previne certas doenças.
Um dos pontos mais importantes é que contém lecitina, substância esta que, entre outras coisas, evita problemas do coração e ajuda a manter as artérias limpas e saudáveis.
Além demais, tem isoflavonas, estrogênios vegetais que têm uma ação estrogênica pequena em comparação com o hormônio feminino. Acredita-se que este mecanismo proporcione uma ação protetora contra o câncer de mama.
No que diz respeito à osteoporose, a proteína de soja ajuda a conservar o cálcio do corpo, sendo que as isoflavonas também inibem o processo de destruição óssea.
Leia mais: Os benefícios do leite de soja para a saúde.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

O que é bom para intestino preso

Se você sofre com este tormento, também conhecido como prisão de ventre, constipação intestinal ou obstipação, é bom que tome nota, porque hoje vamos lhe orientar sobre o que é bom para intestino preso.
Mas antes, é necessário que você saiba quais são os principais fatores que podem provocar este trastorno.
Principais causas da prisão de ventre:
- Consumo insuficiente de água;
- Dieta inadequada, sobrecarregada de alimentos processados;
- Baixo consumo de alimentos com fibras vegetais;
- Inatividade física;
- Síndrome do cólon irritável;
- Estresse;
- Uso excessivo de laxantes ou antiácidos.
Normalmente devemos evacuar uma ou duas vezes por dia, no entanto, todas as pessoas podem sofrer de intestino preso em algum momento da sua vida por algum tipo de situação especial.
Se esta situação não for muito frequente, não representa um grande problema, no entanto, se você não evacuar um mínimo de 3 vezes por semana, tome cuidado, pois poderá trazer riscos para sua saúde!
A prisão de ventre crônica pode ser um sinal de doença e também um aviso de que seu corpo precisa de uma limpeza intestinal urgente.
A presença de sangue nas fezes é um sinal de alerta e deverá ser consultado um médico para resolver o problema.
Por este motivo, é importante que você previna este tipo de situação, aprendendo a curar a prisão de ventre naturalmente.
Leia mais: O que é bom para intestino preso.